Nossas Sugestões

11 dicas para garantir a segurança de seu hotel ou pousada

11 dicas para garantir a segurança de seu hotel ou pousada

Por Redação Blog Gazin Atacado • 4/07/16

Um dos fatores mais importantes para garantir uma experiência positiva do hóspede em seu hotel é a segurança. Um estabelecimento seguro dá mais tranquilidade e conforto para os clientes e para os funcionários.

Dito isso, gostaríamos de convidá-lo a analisar:

  • Como está a segurança em seu hotel ou pousada?
  • Sua empresa está preparada para evitar – e agir em – casos de emergências e/ou acidentes?
  • Será que você está cuidando de todos os detalhes?
  • Os seus hóspedes podem realmente se sentir seguros enquanto estiverem hospedados aí?

As 11 dicas abaixo irão ajudá-lo a entender como aperfeiçoar a segurança de seu negócio hoteleiro, garantindo bem-estar e proteção para seus clientes e para sua equipe. Acompanhe!

1) Nunca corte gastos com segurança

segurança-em-hoteis (3)Em tempos de crise, é comum as empresas buscarem diminuir seus custos eliminando ou diminuindo alguns serviços. No entanto, fazer cortes que podem prejudicar a segurança de seu hotel é um erro muito grande.

Além de poder trazer consequências ruins em situações de emergência – que podem provocar prejuízos muito maiores que a suposta economia com o corte da segurança – isso manda a seguinte mensagem para os clientes e para os colaboradores: a sua segurança não é nossa prioridade. Você não quer isso, certo?

2) Desenvolva procedimentos padrões para emergências

segurança-em-hoteis (10)Negócios de hotelaria estão sujeitos a uma série de riscos: incêndios; desastres naturais (enchentes, desabamentos, etc); explosões; vazamento de gás e produtos químicos; furtos e assaltos; invasão nos sistemas da empresa; entre outros.

Para evitar que essas ocorrências aconteçam ou, caso não haja como impedi-las, pelo menos diminuir os impactos causados, sua empresa precisa se planejar antecipadamente. Desenvolva procedimentos padrões a serem tomados pelos funcionários em cada tipo de emergência.

3) Treine continuamente seus colaboradores

segurança-em-hoteis (5)E, claro, além de desenvolver esses procedimentos padrões, você precisa treinar os colaboradores para que eles saibam como executá-los. E não adianta apenas algumas pessoas saberem os processos, todos devem ter esse conhecimento, pois nunca se sabe quem vai estar presente na hora que uma emergência acontecer.

Vá além e também contrate especialistas e autoridades para treinar seu pessoal em caso de necessidades específicas. Estes são alguns possíveis temas de treinamento: como identificar e como agir em casos de ataque de coração; procedimentos de primeiros socorros para fraturas, o que fazer quando um incêndio se iniciar dentro do hotel, etc.

4) Sinalize as saídas de emergência

segurança-em-hoteis (7)Em uma situação de crise, muitas pessoas perdem o controle e a noção do que fazer e para onde ir. Por isso, é muito importante que seu hotel tenha sinalizações claras para as saídas de emergência. E isso é ainda mais necessário em áreas de grande circulação e aglomeramento, tais como salas de reuniões e de eventos.

Neste sentido, é essencial que você alinhe com os organizadores de eventos todos os procedimentos de segurança em caso de emergências.

5) Cuide da iluminação

segurança-em-hoteis (9)Pode parecer algo “bobinho”, mas uma boa iluminação é imprescindível para adicionar mais segurança ao hotel. Todas as áreas precisam estar bem iluminadas – as internas e especialmente as externas.

Isso garante que pessoas suspeitas não se escondam nas imediações do estabelecimento e, além disso, evita acidentes causados por falta de visibilidade de um degrau ou obstáculo, por exemplo.

6) Tenha um back-up dos dados do hotel ou pousada

segurança-em-hoteis (2)Além dos riscos físicos, o hotel ou pousada também deve estar atento aos riscos virtuais. Os dados dos seus clientes e as informações de seu negócio também são patrimônios a serem protegidos.

Por isso, é interessante que você faça um back-up diário dos dados do sistema do hotel, garantindo que eles não se percam em caso de danos no computador ou invasões de hackers. Você pode fazer esse back-up na nuvem, em algum servidor na internet, ou mesmo em um HD externo.

7) Instale telefones e câmeras na salas fitness

segurança-em-hoteis (4)As salas de exercícios físicos – musculação, dança, natação, etc. – geralmente ficam isoladas. Assim, pode acontecer de um cliente estar sozinho lá. Para garantir que ações imediatas sejam tomadas em caso de acidentes, é importante que sejam instalados telefones para comunicação com a recepção e também câmeras para acompanhamento das atividades.

Dessa forma, caso um cliente precise de ajuda ele pode ligar ou, se ele não puder, alguém verificará pelo monitoramento de imagem e fará os procedimentos necessários.

8) Peça recomendações de confiança ao contratar alguém

segurança-em-hoteis (6)Muitas vezes, a segurança do hotel ou pousada pode ser prejudicada por riscos trazidos pelos próprios colaboradores – seja por conta de furtos de objetos que são propriedade da empresa ou dos clientes ou mesmo por espionagem e divulgação de informações sigilosas sobre o negócio.

Para evitar isso, sempre peça indicações e cartas de referência dos trabalhos anteriores do candidato à vaga, para que você possa verificar o nível de credibilidade que ele tem antes de efetivar sua contratação.

9) Verifique sempre os dispositivos de alerta e equipamentos de segurança

segurança-em-hoteis (8)De nada adianta ter vários equipamentos de segurança se você não fizer a manutenção deles regularmente.

  • Os extintores estão dentro da validade?
  • Todas as câmeras de segurança estão em dia?
  • Os alertas de emergência estão funcionando?
  • Os dispositivos antichamas irão ser ativados em caso de necessidade?

Certifique-se de que todas as ferramentas efetivamente funcionem quando você precisar delas.

10) Ofereça cofres para os clientes

segurança-em-hoteis (1)Nada pior para a credibilidade de seu hotel ou pousada do que o hóspede ter um objeto roubado dentro de sua área de controle. Além disso, se ele tem algo de valor e verificar que não há um local protegido para guardar no hotel, ele vai querer carregar o item consigo para onde for – o que não é nada confortável e também não muito seguro.

Para evitar isso e garantir a tranquilidade dos clientes, ofereça cofres para armazenamento de objetos de valor. Assim, você proporcionará mais segurança para o hóspede e também para a própria empresa, que diminui as chances de roubos por terceiros.

11) Faça o controle de visitas

credentialAlém de controlar a entrada e saída dos clientes, você deve ficar atento aos não-clientes que circulam pelo hotel. Muitas vezes, por exemplo, os hóspedes trazem pessoas de fora para entrar no quarto. Peça sempre para realizar um cadastro de controle de cada indivíduo que entrar no hotel.

Pode ser que o hóspede não goste disso, mas explique que esse é um procedimento importante, que vai garantir a segurança de todos – inclusive a dele.

O que achou das dicas? Você já faz algumas dessas ações aí em seu hotel ou pousada? Deixe um comentário com sua experiência e conhecimento em relação a segurança em negócios de hotelaria. Também queremos aprender com você!

 

Imagens: Freepik

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


0 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 10
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

0

comentários em "11 dicas para garantir a segurança de seu hotel ou pousada"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo