Nossas Sugestões

5 dicas para personalizar a experiência de compra do cliente no varejo

5 dicas para personalizar a experiência de compra do cliente no varejo

Por Redação Blog Gazin Atacado • 31/10/16

A concorrência não perdoa: se você não estiver atualizado, vai perder clientes. Tempo, portanto, para refletir: o que você tem feito para tornar a experiência de seus clientes algo exclusivo?

Segundo pesquisa da empresa norte-americana MyBuys, 40% dos consumidores costumam comprar de varejistas que buscam personalizar a experiência de compra em múltiplos canais. Com isso em mente, reunimos a seguir cinco dicas que vão facilitar a jornada de compra – para você e para seus clientes:

1) Colete informações de seus clientes

personalizar-experiencia-de-compra-1Faça pesquisas para obter perfis mais detalhados de seus clientes. Você pode descobrir, por exemplo, que a maioria dos consumidores são pais de 30 a 40 anos, de classe média, que buscam um modelo de vida mais saudável. Informações como essas são valiosíssimas para qualquer varejista, seja de roupas, alimentação, materiais de escritório etc.

E como chegar a um nível tão específico de informação?

Iniciantes podem desde contratar empresas especializadas a elaborar questionários para serem enviados por e-mail ou telefone. Você pode utilizar dados de seu programa de fidelidade, por exemplo, para entrar em contato. Esses programas são ótimos para personalizar seus investimentos de marketing, uma vez que você está cedendo benefícios ao cliente e, em contrapartida, ganhando volume de vendas e obtendo informações de consumo.

2) Personalize suas promoções

personalizar-experiencia-de-compra-2Agora que você já conhece melhor o perfil de seus clientes, com base nessas informações, você pode criar promoções personalizadas e divulgá-las através de uma lista de e-mails a pessoas com características comuns.

Aliás, o envio de e-mail marketing baseado em compras anteriores pode facilitar a venda, uma vez que você pode atingir os interesses reais do cliente. Por exemplo: se um cliente comprou uma televisão nova, você pode oferecer um rack que a comporte ou um sofá para deixar a sala mais moderna.

Para atrair novos clientes e fazer com que eles se “sintam em casa”, e de quebra estreitar o relacionamento com os antigos, ofereça benefícios por um programa de indicações.

Outra alternativa é divulgar promoções através de meios baratos, como mídias sociais e anúncios pagos no Google AdWords, que aproveitam as informações digitadas na busca para oferecer os melhores produtos na região de pesquisa do consumidor.

3) Ofereça serviços de consultoria personalizada

personalizar-experiencia-de-compra-4Seus clientes não querem se sentir “apenas mais um” na multidão. Considere, portanto, oferecer serviços de consultoria personalizada no varejo. Por exemplo:

  • Varejistas de vestuário podem contratar um profissional de moda e estilo para dar atenção de 15 minutos aos clientes que estão fazendo compras na loja.
  • Uma loja de móveis pode oferecer uma consultoria de decoração gratuita para compras acima de determinado valor.
  • Mercados podem promover pequenos eventos com chefs de cozinha ou nutricionistas.

“Os consumidores exigem informação nas lojas, ofertas e coisas acontecendo em sua volta. Como resultado, o varejo precisa ajustar o modelo para estar mais de acordo com esse ambiente”, afirma Kevin Mckenzie, executivo-chefe de Varejo Digital da Westfield Labs, em entrevista à TV online do jornal New York Times.

4) Promova experiências multicanais

personalizar-experiencia-de-compra-5Não importa se a empresa é grande, média ou pequena. As informações do site, mídia social, aplicativo, panfleto e ofertas na loja devem estar perfeitamente alinhadas. E isso é apenas o começo de uma boa experiência multicanal.

Conforme estudo da consultoria PwC, “ao ignorar qualquer canal, em particular, varejistas estão perdendo a oportunidade de oferecer uma experiência de compra única. Mais importante: uma desconexão entre canais pode gerar confusão no cliente antes que ele conclua a jornada de compra”.

Aproveite também para potencializar soluções cruzadas, como dar descontos a quem fizer check-in em mídias sociais, compartilhar ações da marca, entre outras ações. Dessa forma, você irá construir um relacionamento verdadeiro da sua marca com o consumidor.

Não esqueça ainda de oferecer suporte multicanal: seus clientes devem ser capazes de registrar reclamações, fazer solicitações e abrir um chamado em qualquer mídia. Todo e qualquer lugar deve ser um atalho ao SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente.

–> Baixe o guia gratuito Multicanal para pequenos varejistas e prepare-se para transformar a sua loja em uma verdadeira empresa de atuação multicanal.

5) Seja parte da comunidade

personalizar-experiencia-de-compra-3Sua empresa está simplesmente estabelecida em um endereço ou realmente faz parte do dia a dia da comunidade? Tão importante quanto fazer negócios individualmente é marcar presença da rotina do bairro, cidade ou vizinhança.

Para isso, você pode, por exemplo, promover arrecadações ou doações de produtos que seriam descartados a entidades carentes e escolas. Além disso, na hora de oferecer empregos, valorize moradores próximos e ofereça vagas de estágio a estudantes da região. Assim, você se torna “amigo” da comunidade.

Segundo Lindsey Peacock, consultora empresarial, “o conceito de compras personalizadas pode parecer confuso no princípio, especialmente para pequenos empresários”. Contudo, ela afirma que ao seguir a customização, “esses varejistas com visão de futuro irão prosperar, enquanto outros vão ter que correr atrás”.

E você, é um varejista com visão de futuro? Ainda não? Comece a colocar essas ideias em prática agora mesmo e faça o cenário jogar a seu favor!

Sucesso!

Imagens: Freepik; Flaticon

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


5 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 10
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

5

comentários em "5 dicas para personalizar a experiência de compra do cliente no varejo"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo