Nossas Sugestões

Como cobrar as dívidas dos clientes

Como cobrar as dívidas dos clientes

Por Redação Blog Gazin Atacado • 1/10/18

Cobrar as dívidas dos clientes é uma tarefa que nenhum empresário gostaria de fazer. No entanto, a inadimplência é uma realidade no varejo, e os lojistas precisam estar preparados para lidar com esta questão.

Precisa de ajuda para isso? Este artigo é para você!

Como cobrar as dívidas dos clientes

cobrar as dívidas dos clientes

Inadimplência é uma palavra que todo lojista quer manter bem longe do seu vocabulário. E não é para menos! Afinal, dívidas de clientes prejudicam tanto o sucesso atual quanto futuro do seu negócio.

No entanto, por mais que você tente evitar, muitas vezes não tem jeito: alguns de seus consumidores ficarão devendo para você.

Nessa hora, é comum ficar em dúvida sobre qual é a forma ideal de cobrar as dívidas dos clientes.

Afinal, você quer receber, mas precisa cuidar para não prejudicar o relacionamento com o cliente, já que você quer que ele volte a comprar de você e recomende sua loja para os amigos.

Para ajudá-lo nesta tarefa nada agradável, apresentamos a seguir algumas dicas sobre como cobrar as dívidas dos cliente sem prejudicar o relacionamento. Confira!

1) Controle o tempo

cobrar as dívidas dos clientes

Quanto mais antiga for a dívida, mais difícil que ela seja paga. Por isso, esteja sempre atento aos prazos de pagamento dos clientes e não deixe ultrapassar muito dias. Cinco dias de atraso é tempo suficiente para fazer o primeiro contato.

2) Antes de tudo, envie um “lembrete”

O primeiro contato deve ser no estilo “lembrete”, avisando o cliente sobre o pagamento em atraso. Esse contato pode ser feito de maneira impessoal – como por carta, e-mail ou mesmo gravação telefônica –, pois isso evita que o cliente sinta-se constrangido logo de cara.

3) Passe para um contato mais pessoal

cobrar as dívidas dos clientes

Se depois de cerca de três dias, o lembrete não surtir efeito, é hora de passar a comunicação para um nível mais pessoal.

Uma ligação é suficiente para aproximar o contato. Em alguns casos, dependendo da proximidade com o cliente, é possível marcar encontros pessoais, pedindo para o devedor ir até a loja.

Veja algumas dicas de abordagem:

Mantenha o tom cordial e compreensivo. O objetivo não é “assustar” o cliente, e sim fazer com que ele entenda que a loja está ciente da dívida e disposta a negociar.

→ Só fale sobre a dívida com o próprio cliente. Nunca deixe recados expondo a situação dele para outras pessoas – mesmo que sejam da família.

→ Dê opções prontas de pagamento. Fale para ele quanto ele pagará se parcelar a dívida e quanto pagará se acertar à vista. Pode ser que ele esteja perdido e as opções o ajudem a se organizar.

→ Nunca termine a conversa sem alguma negociação de data e de forma de pagamento. Se o cliente não especificar quanto e quando irá pagar, instigue-o dizendo, por exemplo: “podemos acertar que sua primeira parcela será paga no dia 5 do mês que vem?”. Se ele disser não, apresente alternativas, mas deixando claro que, quanto mais ele demorar, mais alto será o valor a ser pago.

4) Oriente sua equipe de cobrança

Seja a equipe de sua loja ou de uma empresa contratada, é importante que os profissionais de cobrança tenham todas as informações sobre as possibilidades de negociação. Portanto, indique dados como: número máximo de parcelas, quantidade de tentativas de contato e negociação e o limite do desconto para pagamento à vista.

Se nada disso der certo, o jeito é contratar uma empresa especializada e dar andamento aos procedimentos legais.

Mas mesmo quando chegar a esse ponto, nunca deixe de ser gentil e cordial ao cobrar as dívidas dos clientes. É muito importante que a dívida seja paga, mas também é importante que a imagem de sua empresa saia limpa.

cobrar as dívidas dos clientes

Outras dicas importantes

Agora você já sabe como cobrar as dívidas dos clientes de forma mais profissional, sem prejudicar o relacionamento. Mas o que sua loja pode fazer para evitar esse tipo de situação? É o que indicamos a seguir:

Controle de perto o seu crediário

cobrar as dívidas dos clientes

Ter um crediário próprio é um vantagem importante para lojistas de pequeno e médio porte. No entanto, é crucial saber como desenvolver e oferecer esse financiamento aos clientes.

Nas lojas Gazin, por exemplo, há um controle rígido para que a inadimplência nunca ultrapasse os 15%. Isso porque quando chega a 15%, a loja começa a ter uma restrição de crédito, segurando alguns produtos, exigindo uma parcela de entrada e limitando o parcelamento de alguns itens para não mais do que 10 vezes.

É questão de você conhecer o que mais vende, o que tem mais problema de pagamento e assim por diante. Porque, assim, você vai guiando o seu crediário conforme o perfil do seu público e do seu mercado”, aconselha Julio Silva, Gerente Geral do Varejo Gazin.

Para aprender mais sobre isso, leia:

Lições do Varejo Gazin sobre como ter um crediário próprio com segurança
8 dicas para montar o seu próprio crediário

Dicas práticas para evitar que clientes façam em dívida com sua loja

cobrar as dívidas dos clientes

1) Tenha um bom relacionamento com seus clientes.
2) Faça um bom trabalho de pós-venda.
3) Tenha um cadastro atualizado e completo de seus clientes.
4) Utilize boletos na cobrança.
5) Acompanhe de perto o fluxo de entrada e saída de dinheiro.

Aprenda mais lendo este artigo:

5 dicas para evitar a inadimplência

Esperamos que, com essas dicas, possamos ajudar a diminuir as dívidas de seus clientes, fazendo com que a inadimplência  seja cada vez menos comum em sua loja.

Sucesso e boas vendas!

Imagens: Bigstock

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


2 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 17
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

2

comentários em "Como cobrar as dívidas dos clientes"

Comentar

  1. Anderson disse:

    Ótima opção é usar esse aplicativo: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.brunostefanni.semcalote
    pois nele vc cadastra a dívida e ele fica cobrando para quem esta te devendo… muito bom! 😀

Em destaque no Blog do Varejo