Nossas Sugestões

Como desenvolver bons hábitos e melhorar o seu desempenho profissional

Como desenvolver bons hábitos e melhorar o seu desempenho profissional

Por Redação Blog Gazin Atacado • 11/06/18

Bons hábitos e o sucesso em vendasVocê já parou para pensar sobre qual é o segredo para ter um bom desempenho profissional e manter a vida pessoal organizada e leve? Para Charles Duhigg, autor do livro O poder do hábito – Por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios, estabelecer bons hábitos é o ponto de partida para tudo isso – e muito mais!

Para explicar como os hábitos se formam, como funcionam e como é possível mudá-los, o autor baseou-se em estudos científicos, exemplos práticos, histórias reais de pessoas e cases de empresas. Segundo ele, hábitos (bons ou ruins) são desencadeados por um ciclo com três estágios:

  • Deixa. Um estímulo que indica o hábito que está para acontecer e faz com que o cérebro funcione no piloto automático.
  • Rotina. A execução do hábito em si, podendo ser algo físico, mental ou emocional.
  • Recompensa. A sensação agradável que o cérebro assimila a partir do hábito desencadeado.

Duhigg afirma que a tendência do cérebro humano é transformar qualquer rotina em um hábito, trabalhar no piloto automático e poupar o esforço de criar comportamentos novos.

É assim que cumprimos nossa rotina de tomar banho e escovar os dentes, por exemplo. Não precisamos pensar muito em cada etapa, simplesmente fazemos. Dessa forma, o cérebro guarda energia para gastar com escolhas e atitudes que realmente necessitam de “esforço”.

Então, o segredo é identificar os hábitos ruins e as etapas que os desencadeiam. Feito isso, é preciso criar novas deixas, rotinas e recompensas, ter persistência e força de vontade para completar o processo e criar um novo – e mais positivo – hábito!

Vamos entender melhor esse passo a passo?

Leia também!

Como conquistar a alta performance em vendas

Identificando hábitos negativos

como desenvolver bons hábitos

Quem nunca foi trabalhar com aquele pensamento “ah, como eu queria ter ficado na cama”?

Mas quando o sono excessivo durante o dia se torna algo frequente, é preciso ligar o sinal de alerta. Afinal, há chances de um mau hábito estar prejudicando o seu rendimento! Pode ser, por exemplo, o hábito de dormir muito tarde, ou de manter a televisão ligada mesmo depois de cair no sono, e assim por diante.

Outros exemplos clássicos de hábitos ruins são:

  • Uso excessivo das redes sociais – que atrapalha a execução de tarefas bem mais importantes.
  • Falta de organização – que muitas vezes leva a perda de prazos.
  • Comer mal – o que prejudica a sua saúde.
  • Entre tantos outros!

Se alguns deles fazem parte da sua vida, é preciso pensar em formas de eliminá-los!

Como acabar com hábitos ruins?

Para começar, lembre-se que todo hábito é desencadeado por uma deixa. A sua missão, então, é descobrir quais são as deixas que levam aos seus hábitos ruins.

Por exemplo!

  • Quando você chega em casa à noite, já tem uma rotina programada que vai até altas horas? 
  • Automaticamente, quando você liga o computador no trabalho, já acessa suas redes sociais? Ou, então, não consegue se “desconectar” do celular nem enquanto atende um cliente?

As respostas a estas perguntas o ajudarão a repensar suas escolhas e induzir a sua mente para mudanças positivas!

Leia também!

6 dicas práticas para desenvolver sua inteligência emocional

Crie novas deixas, rotinas e recompensas

Como estabelecer novos hábitos

Para controlar o ciclo do hábito e substituir o negativo por um positivo, você precisa criar novas deixas, rotinas e recompensas.

Por exemplo:

  • Seu hábito ruim é dormir muito tarde? Procure uma deixa para pegar no sono mais cedo! Desligar a TV sempre no mesmo horário é uma boa ideia.
  • Seu problema é a distração nas redes sociais? Baixe um aplicativo que bloqueie o uso desses sites sempre que tiver que executar uma tarefa importante. Em uma pesquisa no Google, você verá que existem várias opções. 

Além disso, estabeleça recompensas.

Elas são fundamentais para o processo, pois o cérebro precisa assimilar a sensação agradável proporcionada pelo novo hábito.

No caso das redes sociais, por exemplo, uma boa saída é se permitir o acesso ao final do dia, por um tempo determinado, sem a culpa de estar prejudicando o serviço.

Ao escolher uma deixa que faça lembrar da rotina e uma boa recompensa que traga motivação, você executará a rotina e estará no caminho certo para um novo hábito!

Mas, fique atento! Sempre que uma deixa negativa iniciar, repense suas escolhas! Não esqueça que saúde, motivação e disciplina são muito importantes para qualquer área de atuação.

Leia também!

Seja persistente para a mudança acontecer

Bons hábitos e a alta performance

Mudanças nunca são fáceis. Muito menos rápidas! Portanto, para sair da zona de conforto é preciso muita força de vontade e persistência.

Você tem que ter um cuidado diário para que a nova proposta seja cumprida, pois o cérebro não consegue identificar hábitos bons ou ruins, o que significa que os “maus hábitos” estarão sempre lá esperando algum deslize.

De acordo com especialistas, um novo hábito leva cerca de 60 dias para se tornar algo rotineiro. Então mantenha-se firme e o resultado será recompensador!

Esperamos que essas dicas tenham sido muito valiosas para você, varejista, e representem grandes avanços no seu trabalho. Que tal colocar em prática hoje mesmo?

Sucesso e boas vendas!

Leia também!

7 maneiras de ser um vendedor melhor

Imagens: Bigstock

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


0 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 3
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

0

comentários em "Como desenvolver bons hábitos e melhorar o seu desempenho profissional"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo