Nossas Sugestões

Descomplicando os primeiros passos no e-commerce

Descomplicando os primeiros passos no e-commerce

Por Redação Blog Gazin Atacado • 11/03/19

Saiba o que você deve levar em conta antes de abrir um e-commerce e descubra como iniciar sua operação online de maneira eficiente!

Você lembra como o varejo funcionava antes da internet? Acredite: seu cliente não lembra! Sim, pois para os consumidores da atualidade, comprar algo sem recorrer à web é coisa do passado.

Por mais que a experiência presencial ainda tenha grande importância no varejo, a verdade é que os negócios que utilizam a internet para vender seus produtos têm uma grande vantagem no mercado atual. Afinal, atualmente, os clientes buscam informações para formar suas decisões de compra na web. Por isso, as empresas que oferecem canais de compra no ambiente online têm muito mais chances de serem ser encontradas e escolhidas pelos consumidores digitais.  

Mas sabemos que dar os primeiros passos no e-commerce pode ser assustador.

Pensando em ajudá-lo a encarar da melhor maneira possível este desafio, preparamos um verdadeiro guia sobre como iniciar sua operação de vendas online com o pé direito. Vamos lá?

O que é preciso saber antes de abrir um e-commerce

Dicas de e-commerce

Em entrevista exclusiva ao Blog do Varejo, Osmar Dalquano Junior, que foi coordenador de Varejo do Sebrae-PR por mais de uma década, destacou que é importante levar em conta os seguintes fatores na hora de abrir um e-commerce:

– O e-commerce não é apenas uma extensão da loja física, é um outro negócio.
– Ter conhecimento sobre o mercado de vendas online antes de abrir um e-commerce é fundamental para “acertar a mão” nesse trabalho.– Deve-se escolher com atenção a plataforma que será utilizada nas operações online.
– Um bom planejamento é essencial para não prejudicar a imagem da marca – especialmente se você já possui uma loja física.

Quer entender melhor tudo isso?

Assista a entrevista em vídeo com Osmar e confira a explicação do especialista sobre cada um desses pontos:

Como escolher a melhor plataforma de e-commerce para montar uma loja virtual

A preparação para iniciar um trabalho de vendas pela internet é parecida com o processo de abrir uma loja física: você precisa de um planejamento detalhado para ter sucesso nessa jornada.

Neste sentido, uma das etapas mais importantes é o desenvolvimento da loja virtual.

Assim como você escolheria cuidadosamente o local para abrigar o seu negócio na rua, também precisa ter muita atenção na hora de selecionar a plataforma de e-commerce em que irá hospedar sua loja virtual.

Basicamente, existem dois caminhos:

  • Desenvolver sua própria estrutura. Ou seja, “construir” sua loja virtual “do zero”. Para isso, é preciso contar com a ajuda de empresas e profissionais especializados em desenvolvimento web.
  • Utilizar uma plataforma pronta para abrigar o seu negócio virtual. Neste caso, é como se você estivesse alugando um prédio, só que no mundo online. Um caminho mais prático e mais barato. Porém, exige que você tenha muito cuidado na hora de selecionar o sistema de e-commerce.

Para ajudá-lo a tomar a melhor decisão para a sua empresa, listamos a seguir 15 perguntas que você deve responder na hora de definir qual é a melhor plataforma para montar uma loja virtual. Acompanhe!

1 – Qual é o seu orçamento?

Além dos custos iniciais, muitos sistemas cobram mensalidade e eventuais extras para manutenção ou ajustes. Portanto, essa informação deve ser analisada em conjunto com seu planejamento financeiro. Afinal, sabendo quanto você espera obter de retorno nos próximos períodos, você entenderá também quanto poderá investir na plataforma.

2 – Qual é o tempo e o método de implantação?

interagir com os viajantes nas redes sociaisEm quanto tempo sua loja virtual estará ativa na web?

Se a implantação é mais demorada, você precisará se preparar com antecedência, para que isso não atrapalhe o seu planejamento. Além disso, verifique se o processo é feito presencialmente ou se é desenvolvido online.

Fique atento: agilidade e transparência nessa etapa podem indicar a eficiência do fornecedor!

3 – Como funciona o suporte da plataforma?

Verifique como funciona o suporte das plataformas de seu interesse.

– Há atendimento online?
– Qual é o horário de funcionamento?
– Qual é o tempo médio para resolução de problemas?
– Etc.

Além disso, também é interessante verificar se o fornecedor oferece informações e treinamentos para que você possa tentar corrigir problemas sozinho.

4 – O site é rápido e funcional?

Se possível, peça para testar a ferramenta por um período para verificar na prática se as funcionalidades do site são eficientes, ágeis e fáceis de usar.

Também é interessante pedir indicação de outras lojas que utilizam a ferramenta, para analisar a plataforma em funcionamento e a satisfação dos clientes daquele fornecedor.

5 – O site é seguro?

A segurança do site é uma questão crucial na hora de escolher a plataforma para montar sua loja virtual. Afinal, tanto os dados dos seus clientes quanto as informações sobre o seu negócio estarão lá.

Leia também!

Como reforçar a segurança e a credibilidade da sua loja virtual

6 – Como funciona o cadastro dos clientes?

Verifique se o cadastro é rápido e fácil. Se for muito complicado para o cliente fechar a compra, as chances de ele abandonar o carrinho serão maiores.

E ainda, entenda como funciona o banco de dados da plataforma e se você terá acesso fácil às informações dos clientes. É fundamental que os dados sejam facilmente gerenciáveis.

7 – Como funciona a automação do processo de compra?

Entenda como a plataforma gerencia o processo de compra.

– É tudo automatizado?
– Como você pode acompanhar?
– Há alguma etapa que necessita de aprovação manual?

Saber como essa gestão do processo de compra acontece na ferramenta vai ajudá-lo a entender se a metodologia do sistema atende suas necessidades e se está alinhada ao seu negócio.

8 – O design pode ser customizado?

marketing de conteúdo– Você pode alterar as cores?
– Pode incluir seu logo?
– Quais são as possibilidades de customização do design?

É primordial que a plataforma de e-commerce possibilite a personalização do visual do site de acordo com a identidade de sua marca.

Leia também!

Erros de design no e-commerce que prejudicam a experiência do cliente
Como o design da loja virtual pode influenciar suas vendas
Dicas de design para atingir diferentes consumidores em sua loja virtual

9 – Há flexibilidade para fazer modificações no catálogo?

Também é importante que você verifique se a plataforma permite mudanças no catálogo de produtos de maneira prática e eficiente. Descubra, por exemplo, se você pode trocar as fotos dos produtos e adicionar itens por conta ou se precisa solicitar essas mudanças ao fornecedor.

Leia também!

Como vender múltiplos produtos no e-commerce de maneira eficiente
Descrição de produtos no e-commerce: como apresentar melhor suas ofertas

10 – O site se adapta aos dispositivos móveis?

Os dispositivos móveis são canais cada vez mais presentes no processo de compra. Por isso, na hora de escolher o sistema para sua loja virtual, verifique se a plataforma adapta seu design para o acesso mobile. Assim, os clientes que acessarem o site via smartphone ou tablet também poderão comprar em seu e-commerce.

Leia também!

14 táticas para aumentar o engajamento e as vendas no e-commerce
Como conquistar o consumidor no mobile

11 – Quais são os métodos de pagamento disponíveis?

ferramentas de pagamento onlineQuanto maior a diversidade de possibilidades de pagamento, melhor. Dessa forma, você atende as necessidades de diferentes perfis de clientes – desde os que gostam de pagar no cartão de crédito até os que preferem pagamento digital ou via boleto bancário.

Leia também!

6 ferramentas de pagamento online para e-commerce que você precisa conhecer
O futuro dos meios de pagamento e as transformações do varejo
4 tendências de meios de pagamento no varejo
Guia dos pagamentos por aproximação de celular

12 – Os clientes podem avaliar a compra e os produtos?

avaliações onlineDe acordo com um estudo da consultoria Bazaar Voice, apresentar o feedback ou a avaliação de seus clientes na loja online pode aumentar a taxa de conversão em até 58%. Por isso, se a plataforma oferece ferramentas para que os consumidores possam avaliar a compra, o produto e a própria loja virtual, entenda que esse é um diferencial importante que ajudará a melhorar seus resultados.

Leia também!

Vídeo: A importância das avaliações dos clientes no e-commerce
Como coletar histórias de clientes e usá-las a favor de seu negócio
A importância das avaliações em vídeo no processo de compra

13 – Há mecanismos de SEO?

Ao utilizar técnicas de SEO em seu site, você aumenta as chances de sua página ter uma posição de destaque no Google quando o cliente buscar por sua marca ou pelos produtos que você vende. Então, na hora de escolher a plataforma para seu e-commerce, verifique se o sistema possui ferramentas de SEO.

Leia também!

O que é SEO e como isso pode ajudar a destacar sua loja na web

14 – Há integração com outros sistemas?

Além da loja virtual, é possível que você utilize outros sistemas em sua empresa, tais como ferramenta de e-mail e CRM. Plataformas de e-commerce que oferecem possibilidade de integração com outros sistemas trarão muito mais agilidade às suas tarefas.  

Leia também!

O que é CRM e como ele pode ajudar sua loja
Como escolher um CRM para sua loja

15 – Há informações sobre o volume de vendas e produtos no estoque?

Analise se a plataforma em questão oferece relatórios sobre as movimentações da sua loja virtual. Afinal, quanto mais automatizado for o processo de análise das informações das vendas e do comportamento do cliente no site, mais agilidade e praticidade o sistema oferecerá para sua gestão.

Leia também!

7 erros comuns na gestão de estoque no varejo
Como fazer uma gestão de estoque eficiente
Conheça o Modelo de Excelência da Gestão®

Erros no e-commerce

Aprenda mais sobre estes e outros erros e saiba como evitá-los em seu e-commerce lendo este artigo.

Como atrair e conquistar os primeiros clientes no e-commerce

conteúdo para atrair mais turistas

Perguntas respondidas, plataforma definida, erros mais comuns assimilados, mix estabelecido… chega a hora de vender.

Logo de cara, é possível que você se depare com um grande desafio: atrair e conquistar os primeiros clientes. Afinal, sua loja está concorrendo praticamente com empresas do mundo inteiro na internet, não é mesmo?

– Como, então, fazer sua marca ser encontrada no meio das inúmeras opções disponíveis na web?
– Como convencer os primeiros visitantes da sua loja virtual a fecharem a compra?

A gente tem algumas dicas que podem ajudá-lo a começar essa jornada acelerando. Vamos a elas!

1 – Produza conteúdo qualificado

Produzir conteúdo qualificado significa oferecer informações (por meio de textos, imagens, áudios ou vídeos) que ajudem seu público a resolver uma necessidade ou problema.

E essa é a melhor maneira de ser encontrado na internet! Afinal, assim, no primeiro contato entre o consumidor e sua marca, a sua empresa já estará sendo útil para ele, deixando uma primeira impressão excelente.

Além disso, ao oferecer conteúdo qualificado sua loja pode se tornar uma autoridade no seu mercado, dando mais credibilidade para o seu e-commerce – fator crucial para quem está começando a vender na web.

Leia também!

Guia de marketing de conteúdo para lojistas
Dicas práticas para utilizar o marketing de conteúdo no varejo

2 – Participe de eventos da sua área

Uma maneira de atrair mais visitantes para a sua loja virtual e conquistar seus primeiros clientes é participando de eventos relacionados à sua área.

Nessas ocasiões, você terá a oportunidade de conhecer de verdade seus consumidores. Assim, poderá entender melhor as necessidades e preferências deles.

Além disso, ao participar desses eventos – seja por meio de patrocínio ou palestrando, por exemplo – você ampliará o alcance da sua marca e também as chances de as pessoas visitarem sua loja online.

Exemplo de ações nesse sentido:

– Se sua loja vende máquinas fotográficas, pode patrocinar um encontro de fotógrafos e conhecer melhor o que esses clientes buscam.
– Sua loja vende móveis e artigos para casa? Que tal ter um estande em uma feira de decoração?
– Se o seu e-commerce vende eletrodomésticos e portáteis para cozinha, você pode patrocinar um evento de gastronomia, oferecendo produtos do seu mix para serem utilizados nas demonstrações do encontro. Em troca, sua loja online será divulgada entre os participantes.  

3 – Alcance seu público nas redes sociais

Wi-Fi na hotelariaAssim como os eventos, as redes sociais também oferecem excelentes oportunidades para você conhecer melhor seu público e divulgar sua loja virtual para potenciais clientes.

Além de falar sobre sua nova loja online para seus contatos nessas plataformas, estas são outras maneiras de utilizar as redes sociais para conquistar os primeiros clientes no e-commerce:

– Procure pessoas nas redes sociais falando sobre problemas que sua loja pode resolver e indique os produtos que você vende e que estão alinhados às necessidades delas.
– Entre em um grupo do Facebook que tenha a ver com o seu negócio; observe e aprenda mais sobre seus clientes e também interaja, fornecendo informações e dicas.
– Faça anúncios segmentados nas redes sociais. O Facebook, por exemplo, permite que você defina quem vai visualizar o seu anúncio. Isso aumenta a eficácia da ação e também a possibilidade de os usuários visitarem sua loja.

Leia também!

Como as redes sociais podem ajudar a atrair clientes no e-commerce
Como gerenciar sua marca nas redes sociais
Guia: Como usar as redes sociais no varejo

4 – Crie uma oferta especial de lançamento

Dar desconto não é a melhor maneira de conquistar novos clientes. Afinal, dessa forma você atrairá consumidores que priorizam apenas o preço baixo.

No entanto, oferecer um brinde ou criar uma oferta especial de lançamento pode ser um bom incentivo para o cliente comprar em sua loja pela primeira vez.

Se for dar um desconto, deixe claro que é direcionado apenas para aqueles que estão comprando pela primeira vez e especifique um prazo para a ação acabar, criando um senso de urgência e incentivando a compra.

Alguns exemplos de ofertas nesse sentido:

– X% de desconto para a primeira compra em nossa loja virtual no mês de lançamento.
– Entrega gratuita em todas as compras feitas no primeiro dia de funcionamento da loja.
– Os X primeiros compradores levam um brinde.

Leia também!

Como fazer suas primeiras vendas na internet

Boas dicas, não é mesmo?

Mas este é apenas o começo do seu caminho de sucesso no e-commerce. Para ter acesso a mais conteúdos sobre como criar estratégias efetivas para destacar sua loja online, visite nossa biblioteca de conteúdos sobre o assunto clicando aqui.

Sucesso e boas vendas (virtuais e físicas!).

Como abrir um e-commerce

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


0 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 3
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

0

comentários em "Descomplicando os primeiros passos no e-commerce"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo