Nossas Sugestões

Fim de ano: contratar temporários ou não, eis a questão

Fim de ano: contratar temporários ou não, eis a questão

Por Redação Blog Gazin Atacado • 6/11/16

Com o fim do ano se aproximando, o fluxo de clientes na sua loja tende a aumentar. Com isso, é inevitável que você se veja pensando em ampliar a sua equipe de vendas. Porém, antes de sair contratando, é preciso analisar bem os prós e contras que o aumento da equipe pode trazer para a sua loja, e responder algumas perguntas cruciais sobre o momento do seu negócio. E é sobre isso que vamos falar neste artigo. Acompanhe, reflita e decida se deve ou não contratar profissionais temporários nesta reta final de ano.

Ponto de partida

Avaliar o volume de trabalho da equipe, as metas de vendas e estudar sua capacidade financeira são pontos importantes, independente do período do ano. Afinal, quanto mais pessoas você contratar, menos verba terá para investir no próprio negócio. Por outro lado, demorar para contratar pode prejudicar o desempenho e desgastar relacionamentos com clientes e funcionários.

varejo-contratar-final-de-ano-2Dois indicadores podem ajudar a tirar essa dúvida inicial:

  • Divida o valor total do faturamento pelo valor dos salários totais. Se o resultado for alto demais e a conta mostra que sobrou pouco para o restante das despesas, e o lucro está sem incremento há um tempo, pode haver excesso de pessoal. E aí, você não vai querer contratar ainda mais gente, certo?
  • Você precisa ter trabalho suficiente para justificar uma nova contratação. Se grande parte do seu orçamento está sendo utilizada em pagamento de horas-extras, pode ser um bom momento para contratar.

Perguntas a se fazer antes de contratar novos colaboradores

Outros pontos a serem avaliados partem de reflexões básicas sobre o seu próprio negócio. Para saber se você deve ou não contratar temporários, questione seu próprio negócio para ter uma ideia de até onde quer chegar. Pergunte-se:

Seu crescimento é efetivo ou momentâneo?

varejo-contratar-final-de-ano-1Períodos de fim de ano são bons para o comércio, mas muitos empreendedores esquecem que o crescimento de vendas é esporádico e acabam “se empolgando” ao contratar pessoas, efetivando-as no começo do ano. Isso pode ser um tiro no pé. Portanto, antes de efetivar funcionários:

  • Tenha certeza de que há uma sobrecarga na equipe atual.
  • Calcule se haverá demanda suficiente ao longo do ano seguinte para não ter que reduzir o quadro pessoal depois (e pagar multas trabalhistas).
  • A pessoa a ser contratada tem o perfil da empresa.

O trabalho pode ser terceirizado?

varejo-contratar-final-de-ano-6Precisar de ajuda é normal. Mas você realmente precisa contratar mais pessoas para sua equipe? Verifique que tipo de serviços na sua empresa podem ser terceirizados. Certamente, para quem trabalha no varejo, não é adequado terceirizar o time de vendas. Contudo, equipes estendidas – da limpeza à contabilidade – podem ser formadas por fornecedores. A economia será evidente.

Seus funcionários fazem horas-extras além do necessário?

varejo-contratar-final-de-ano-3É simples: muitas vezes horas-extras são provocadas por falta de eficiência e foco durante o dia. Há empresas que limitam a realização de horas-extras e promovem o famoso “banco de horas”. Especialmente em pequenas empresas é possível entender os motivos da realização individualmente. Por isso, investigue antes de contratar – ou demitir.

Você está pronto para receber mais funcionários?

presentationNovos empregados exigem mais do que carteira assinada. Eles precisam de treinamento, orientação (ou seja, seu tempo) e, não raro, mais espaço para trabalhar do que o seu comércio pode suportar. Leve isso em consideração na hora de decidir se quer ampliar ainda mais o seu trabalho com pessoal.

Em quanto uma contratação impacta seus contratos?

varejo-contratar-final-de-ano-5Quem fornece planos de saúde, odontológico, seguros de vida e vales refeição e transporte não pode esquecer que esse custo cresce a cada nova contratação.  Considere, portanto, seu pacote de benefícios como um todo. São custos que você precisa colocar na conta para que o novo empregado não seja mais uma despesa, e sim um investimento.

De onde virá o dinheiro para o pagamento dos novos profissionais?

varejo-contratar-final-de-ano-4Perceba que, além dos custos acima, você precisará tirar o investimento de algum lugar – o mais provável é que saia do fluxo de caixa. Em alguns casos, o investimento em pessoal pode demorar meses para ser tangível, e você precisa estar preparado para isso. Em outros casos, a contratação pode até mesmo impactar [negativamente] na margem de lucro.

varejo-contratar-final-de-ano-7Finalmente, antes de contratar…

Olhe para a sua própria equipe. Se você agora demanda uma função específica, que exige uma pessoa com maior nível de conhecimento, verifique se há alguém no próprio time para assumir o desafio. Às vezes, pode ser melhor apostar em “gente da casa” e repor peças que exigem salários menores do que buscar especialistas no mercado.

E aí, vai ou não ampliar sua equipe neste fim de ano?

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


4 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 9
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

4

comentários em "Fim de ano: contratar temporários ou não, eis a questão"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo