Nossas Sugestões

Como lidar com furtos na hotelaria

Como lidar com furtos na hotelaria

Por Redação Blog Gazin Atacado • 29/06/17

É comum que os viajantes levem algum souvenir do hotel como lembrança da viagem. No entanto, existe um limite entre coletar uma “lembrancinha” e levar um item não autorizado, concorda? Entenda a seguir como lidar com furtos na hotelaria e confira dicas para evitar que essa situação aconteça em seu estabelecimento.

Era só uma lembrancinha?

Um estudo internacional realizado pela TripAdvisor, 65% dos viajantes brasileiros admitem que levam para casa algum objeto do hotel em que se hospedaram.

Entre os itens que os hóspedes mais furtam dos hotéis estão: itens de toalete, chá ou café, itens de papelaria, itens do frigobar e até pilhas de controle remoto.

como lidar com furtos na hotelaria

Há ainda os mais ousados que colocam na mala lençóis, toalhas, roupões, cabides, lâmpadas, ferro de passar, itens de decoração, mobiliário do quarto e outros patrimônios dos estabelecimentos.

É claro que todo hotel ou pousada já espera que os hóspedes levem consigo amenidades como shampoo, sabonete ou bloco de anotação, por exemplo. Mas há um limite para a tal “lembrancinha”.

Entenda a seguir como evitar furtos na hotelaria e saiba como lidar com situações em que um furto foi identificado.

3 dicas para evitar furtos na hotelaria

1 – Ofereça um souvernir gratuito

furtos na hotelariaVocê já sabe que muitos hóspedes levam algo do quarto como uma lembrança da viagem. Então, que tal oferecer um souvenir gratuito especialmente para esse fim? Dessa forma, você evita que ele leve algo não autorizado.

Pode ser uma caneca do hotel, uma nécessaire com as amenidades do banheiro ou um bloco de anotações com caneta. Além de diminuir as chances de furto, sua marca ficará gravada positivamente na memória dos clientes.

2 – Instale sistemas de segurança em itens mais valiosos

furtos na hotelariaCom a ajuda da tecnologia vai ficar mais fácil lidar furtos e diminuir as chances de prejuízos por em seu estabelecimento. Instale alarmes, câmeras e outros sistemas de segurança nos objetos mais valiosos de seu hotel ou pousada – tais como eletrônicos, itens de decoração e móveis.

Assim, você consegue identificar rapidamente se algum desses objetos foram retirados do lugar de origem e tomar as ações necessárias para recuperá-los. Também coloque avisos sobre os sistemas de segurança, como forma de coibir qualquer atitude ilícita.

3 – Marque os objetos do seu patrimônio com a marca do hotel

como lidar com furtos na hotelariaOutra maneira reprimir furtos na hotelaria é identificando cada item com a marca do seu hotel ou pousada.

Quanto mais difícil de remover o símbolo, melhor. Uma gravação em alto relevo nos objetos de madeira ou um adesivo com cola mais forte, por exemplo, pode inibir os hóspedes de levarem os itens para casa.

4 – Ofereça a possibilidade de o hóspede comprar alguns itens

lidar com hóspedes que roubamAo lidar com hóspedes que furtam, é provável que você cobre deles os itens que eles furtivamente colocaram na mala, certo? Então, que tal evitar essa situação constrangedora e oferecer a possibilidade de eles pagarem pelos objetos que tiverem interesse?

Dentro do quarto, exponha um informativo com os preços dos itens oferecidos pelo hotel. Assim, ao invés de cometerem furtos, eles podem simplesmente comprar os objetos em questão.

É claro que você não pode vender itens como televisão e DVD, mas há grandes chances de seu hóspede querer levar para casa o roupão ou o chinelo com a marca do hotel, ou ainda os talheres com o símbolo do seu estabelecimento, por exemplo.

Como lidar com furtos na hotelaria

Tenha 100% certeza antes de acusar alguém

lidar com hóspedes que roubamSe, na hora do check-out, ao fazer a revisão do quarto, sua equipe notou que algum objeto de valor sumiu, antes de sair acusando o hóspede, tenha certeza absoluta de que ele não pegou o item por engano ou que não foi outra pessoa que furtou o objeto (muitas vezes, infelizmente, até mesmo um dos seus colaboradores pode ser o culpado).

Nesses momentos, sistemas de segurança podem ajudar muito. Câmeras e chips com GPS podem indicar o que aconteceu e qual a localização atual do objeto.

De qualquer forma, se não puder apurar essa questão e não puder afirmar com certeza que o hóspede furtou o item, é melhor não correr o risco de acusar alguém sem provas.

Informe o hóspede do item que está em falta no quarto

lidar com hóspedes que roubamLidar com furtos na hotelaria exige muito jogo de cintura. Se você tem convicção de que foi o cliente que cometeu o furto, só resta uma coisa a se fazer: conversar e tentar convencê-lo a devolver ou pagar pelo item.

Feche a conta e inclua o valor do objeto não autorizado que ele colocou na mala. Explique tudo o que está sendo cobrado e a origem de cada valor.

Nessa hora, podem acontecer duas situações: ele perceber que colocou por engano e devolver o objeto; ou simplesmente pagar pelo item e levá-lo para casa.

lidar com hóspedes que roubamDica final: cuide dos objetos dos hóspedes

Além de itens do hotel, pode também acontecer de os próprios viajantes terem itens furtados dentro do seu estabelecimento – por outros clientes ou por algum profissional da equipe. Por isso, sempre disponibilize um cofre para que os hóspedes possam armazenar com segurança seus itens mais valiosos.

Gerenciar seu patrimônio de perto e ter uma comunicação eficiente com os clientes é a chave para conseguir evitar e superar essas situações mais desagradáveis.

Seguindo as dicas deste artigo, você estará mais preparado para lidar com furtos na hotelaria e também vai diminuir as chances de que furtos aconteçam em seu estabelecimento.

Leia também: 11 dicas para garantir a segurança de seu hotel ou pousada

Informações: Little Hotelier   |   Imagens: FreepikFlaticon

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


0 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 2
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

0

comentários em "Como lidar com furtos na hotelaria"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo