Nossas Sugestões

Quem são os nômades digitais e como se preparar para recebê-los em seu hotel ou pousada

Quem são os nômades digitais e como se preparar para recebê-los em seu hotel ou pousada

Por Redação Blog Gazin Atacado • 30/10/17

Você já ouviu falar nos “nômades digitais”? São pessoas que podem trabalhar de qualquer lugar do mundo e que, por isso, não precisam fixar raízes. Pois é, eles não precisam ter uma casa ou um escritório fixo. 

Passar oito horas por dia (ou mais!) dentro de um escritório não é a praia deles. Entrar no trabalho às 9h e sair às 18h, também não (eles preferem decidir quando vão começar e terminar suas atividades profissionais diárias). Reuniões presenciais quase não fazem parte das suas agendas. E eles são hóspedes cada vez mais comuns em hotéis e pousadas Brasil e mundo afora! Afinal, aproveitam a liberdade que têm para conciliar suas rotinas profissionais com o desejo de explorar o mundo!

ajudar o hóspede no planejamento da viagem

 

E a tendência é que existam cada vez mais nômades digitais no mundo!

  • A previsão é de que até 2022, 1,87 bilhão de pessoas trabalhem sem escritório fixo no mundo. Esse número representa 42,5% da força de trabalho mundial. Fonte: Strategy Analytics

E esses profissionais são cada vez mais aceitos por seus líderes!

  • Apenas um a cada 10 gerentes acredita que a localização do funcionário é importante para o sucesso em um novo emprego. Dois terços dos gerentes já realizaram algum tipo de trabalho com trabalhadores remotos. Fonte: Future Workforce

Os nômades digitais e a hotelaria

Como os nômades digitais são viajantes por natureza, o crescimento desse grupo de profissionais pode trazer benefícios para o segmento hoteleiro.

No entanto, o aumento na demanda não necessariamente significa crescimento na taxa de ocupação do seu hotel ou pousada. Para garantir que esses viajantes escolham o seu estabelecimento na hora de visitar sua cidade, você precisa tomar alguns cuidados especiais. A começar pela estrutura oferecida.

Estas são algumas das características que os nômades digitais avaliam antes de decidir onde vão se hospedar na próxima cidade que vão chamar de casa por alguns dias, semanas ou meses:

  • Qualidade da internet.
  • Espaço compartilhado que possa servir de escritório por algumas horas, com mesa e cadeiras confortáveis.
  • Área de café para refeições rápidas.
  • Salas mais reservadas, que possam ser utilizadas para reuniões.
  • Ambiente em que possam cozinhar a própria comida.

Oferecendo boas condições de trabalho e conforto para esse público, seu estabelecimento poderá ser indicado por diversos nômades digitais e entrar para o Nomad List, site que classifica os melhores destinos para nômades digitais. O site leva em consideração aspectos como custo, velocidade da internet e acomodações.

Leituras complementares!

Tendência Bleisure

Uma das principais vantagens em ser um nômade digital é aproveitar o tempo livre para conhecer novos lugares e ter contato com novas culturas constantemente. Esse misto de trabalho e lazer já tem nome: é o Bleisure, uma combinação das palavras business (negócios) com leisure (lazer).

Utilizar essa tendência a seu favor, para atrair nômades digitais, é uma boa ideia. Estas são algumas formas de fazer isso:

  • Fazer parcerias com empresas para atrair esses viajantes.
  • Oferecer descontos para prologar a estadia e trazer familiares.
  • Enviar informações ao hóspede sobre a agenda cultural da região.
  • Manter um programa de fidelidade.

Bleisure – o que é essa tendência e como aproveitá-la em seu hotel

 

Leituras complementares!

Estabelecimentos que já oferecem diferenciais para nômades digitais

Atenta ao crescimento do nomadismo digital, a CNN fez uma reportagem listando estabelecimentos de diferentes lugares do mundo que já estão adaptando seus espaços para atrair esse público. Conheça três deles a seguir e inspire-se para fazer mudanças em seu hotel ou pousada visando atender melhor os nômades digitais que pretenderem se hospedar aí.

Mama Shelter, Rio de Janeiro

Nômades digitais - hotelaria - Mama Shelter

Foto: Francis Amiand/Mama Shelter

O Mama Shelter do Rio de Janeiro é considerado um paraíso criativo para inovadores e artistas. Ali, eles encontram café, bar na cobertura, galeria de arte e arquitetura colonial portuguesa. Além disso, os quartos têm trabalhos artísticos e há um restaurante no térreo com espaço para co-working com mesas comuns e locais mais reservados. Perfeito para quer quer unir trabalho e lazer!

Zoku, Amsterdã

O Zoku foi projetado para oferecer uma estadia inteligente para nômades digitais que buscam hospedagem de curto ou longo prazo. Os quartos tipo loft oferecem um design inteligente, inclusive com uma grande mesa de jantar para facilitar o trabalho e as reuniões. O hotel também oferece uma “caixa de ferramentas de escritório”, com materiais como caneta, post-it, elásticos, grampeadores e ofertando até mesmo impressão em 3D.

The Epiphany, Palo Alto (Califórnia)

Nômades digitais hotelaria - The Epiphany

Foto: Lure + Till Images

The Epiphany fica no Vale do Silício (Califórnia, EUA) e sua localização estratégica atrai diversos empreendedores. O hotel oferece quartos inteligentes, com máquinas de café espresso, máquinas com opções saudáveis com saladas, barras de cereais e iogurte. Há, também, um terraço privado e atendimento remoto para simplificar a agilizar a experiência. O estabelecimento também é pet friendly. Ou seja, cães e gatos são muito bem recebidos ali, o que garante a tranquilidade de quem nunca deixa os melhores amigos para trás quando viaja.

Para pensar

dar um toque mais pessoal na estadiaViu como cada hotel buscou uma solução diferente para encantar os nômades digitais? Seja com uma ambientação diferente, espaços privativos ou experiências inovadoras. A verdade é que não há uma regra do que se pode ou não ofertar para atrair e encantar esses clientes, você pode investir em algo que já seja o ponto forte de seu hotel e tornar isso um grande atrativo para esses profissionais!

Leve tudo isso em consideração na hora de definir o que você vai fazer para receber melhor os nômades digitais que se hospedarem em seu estabelecimento. O seu futuro agradece!

Sucesso!

PS: Se seu estabelecimento já é bastante frequentado por nômades digitais, deixe um comentário contando o que vocês fazem para garantir a satisfação dele.

Imagens: Designed by Freepik | Flaticon

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


2 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 3
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

2

comentários em "Quem são os nômades digitais e como se preparar para recebê-los em seu hotel ou pousada"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo