Nossas Sugestões

O merchandising e a experiência do cliente no varejo

O merchandising e a experiência do cliente no varejo

Por Redação Blog Gazin Atacado • 16/09/18

Entenda por que o merchandising e a experiência do cliente caminham lado a lado e confira dicas práticas para organizar sua loja com o objetivo de fortalecer sua marca e o relacionamento com os consumidores.

A importância do merchandising no varejo

Merchandising é uma ferramenta de marketing que utiliza técnicas para expor produtos no ponto de venda (PDV) com o objetivo de motivar e influenciar a decisão de compra do consumidor.

merchandising e a experiência do cliente

Basicamente, a forma como você organiza sua loja tem o poder de atrair e guiar o olhar do consumidor. Mas, além disso, o merchandising também pode passar uma mensagem e tornar o processo de compra mais dinâmico. Sendo assim, ele influencia diretamente a percepção do cliente em relação à sua marca.

“Uma exposição bem-feita não só atrai o consumidor, mas também facilita a compra, economiza tempo, o ajuda a lembrar de necessidades, transmite segurança, higiene e qualidade”, destaca Edson Souza, especialista em Merchandising.

E ele acrescenta:

“Tudo isso contribuirá também para sua fidelização. Afinal, o cliente compra com os olhos e com o coração

Aprenda mais! Entenda o papel do Merchandising para o sucesso de sua loja

Merchandising e a experiência do cliente no varejo

Souza ressalta ainda que muitos consumidores encaram as compras não apenas como um meio de suprir suas necessidades em relação a um produto, mas como uma forma de entretenimento.

E é por isso que os lojistas precisam entender a fundo a relação entre merchandising e a experiência do cliente e investir em estratégias nesse sentido.

merchandising e a experiência do cliente

“Esse é um fator muito positivo para as lojas físicas, que devem focar em ações orientadas muito mais à experiência do consumidor do que guiadas por algum diferencial físico ou apenas preços”, indica.

Leia também! A criatividade no merchandising e a experiência do consumidor

5 dicas para potencializar o merchandising e a experiência do cliente

Quer organizar sua loja de maneira a influenciar não somente a decisão de compra, mas também a percepção dos clientes em relação à sua marca?

Siga as dicas abaixo!

#1 para potencializar o merchandising e a experiência do cliente – Conte uma história

merchandising e a experiência do cliente

Cada produto em sua loja tem o potencial de contar uma história ou de indicar momentos e situações que podem acontecer em torno dele.

O merchandising ajuda a criar o cenário para que essas histórias sejam contadas. Afinal, com um bom merchandising é possível oferecer uma experiência mais imersiva e marcante.

Na prática!

Digamos, por exemplo, que você quer contar a história de uma família que gosta de cozinhar. Para isso, você pode montar uma cozinha em sua loja e incluir itens de decoração que ajudam a narrar um acontecimento. Um livro de receitas aberto, panelas no fogão, alguns ingredientes expostos, uma receita escrita em um papel colado na geladeira são algumas maneiras de indicar o contexto.

Por outro lado, uma sala de estar com a TV ligada, um balde de pipoca, alguns doces e dois copos com bebidas indicam a história de um casal assistindo a um filme.

Que tal?

#2 para potencializar o merchandising e a experiência do cliente – Harmonize as cores

merchandising e a experiência do cliente

As cores têm um impacto muito importante na percepção dos clientes e podem ser utilizadas no merchandising para gerar determinado sentimento ou sensação.

Nesse sentido, as cores influenciam diretamente a experiência do cliente, e também passam uma mensagem específica em relação à sua marca.

Estudos indicam que as pessoas fazem um julgamento inconsciente sobre um produto nos primeiros 90 segundos de visualização – e até 90% dessa avaliação inicial é baseada somente em cores.
– 92,6% das pessoas afirmam que o aspecto visual é o fator que mais influencia suas decisões de compra. Aí, encaixam-se cor, design, forma etc.

Este infográfico indica alguns dos sentimentos transmitidos pelas cores:

merchandising e a experiência do cliente

Na hora de montar seu PDV escolha cores que estejam alinhadas à proposta da sua marca e que também ajudem a transmitir a experiência que você quer que o cliente tenha na loja.

Leia também!
Como explorar os cinco sentidos no varejo

#3 para potencializar o merchandising e a experiência do cliente –
Distribua os produtos de forma balanceada e simétrica

merchandising e a experiência do cliente

Você já entrou em uma loja e se sentiu confuso, perdido e até um pouco sufocado?

Isso acontece porque o ambiente pode estar passando a mensagem de desorganização, excesso de informações ou falta de ordem.

Por isso, nunca subestime a importância de organizar a loja de forma balanceada.

Na prática, isso significa distribuir os produtos de forma que você consiga direcionar o olhar do cliente para pontos focais, sem necessariamente sobrecarregar a visão do consumidor.

  • Uma dica interessante nesse sentido é usar a “regra de três”. Ela indica que, ao montar displays, é mais eficiente agrupar em grupos de três, ao invés de colocar um produto sozinho.
  • Você pode fazer isso juntando, por exemplo, diferentes modelos de celular ou um produto e seus acessórios. Nesse caso, você deve posicionar o item principal no centro.
  • Além disso, procure posicionar os produtos, displays e caixas de forma consistente e padronizada, cuidando para que não atrapalhe ou sobrecarregue a visão do consumidor.

Veja também!
Vídeo: Lições das lojas Gazin sobre Merchandising no varejo

#4 para potencializar o merchandising e a experiência do cliente – Facilite a experimentação

merchandising e a experiência do cliente

Livros lacrados com plásticos, perfumes trancados em um display, celulares nas caixas. Todos esses são exemplos de como arruinar a experiência do cliente por conta da forma como os produtos estão expostos.

Dificultar a experimentação dos itens é um dos erros mais graves de merchandising.

Pare para pensar: o cliente pode comprar qualquer coisa pela internet e a principal vantagem da loja física é o contato direto e a interação com o produto. Então, não faz sentido pensar em organizar o PDV sem incentivar o consumidor a provar e experimentar os itens na prática. Concorda?

Algumas dicas nesse sentido são:

  • Crie “estações” ao longo da loja onde o cliente possa experimentar os produtos. Uma TV em que ele pode jogar o videogame; uma câmera à disposição para os clientes tirarem fotos; um display com diferentes modelos de celulares etc.
  • Quando o vendedor estiver atendendo, ele deve incentivar o cliente a experimentar o produto que ele está visualizando ou pesquisando. Depois de ter contato prático com o item, as chances de ele comprar aumentam significativamente.
  • Crie ambientes imersivos, em que o cliente consiga ter uma experiência completa do produto. Por exemplo: ao invés de expor TVs em uma prateleira, por exemplo, monte uma sala com sofá e alguns vídeos passando na televisão. Assim, o cliente poderá sentar e experimentar o produto de maneira aprofundada, quase como se estivesse em casa.

Leia também!
Case Hard Off – lições do Japão sobre a experiência do cliente na loja

#5 para potencializar o merchandising e a experiência do cliente – Adicione personalidade

merchandising e a experiência do cliente

A forma como você organiza o estabelecimento passa uma mensagem importante sobre a identidade da sua loja. E a identidade da loja, por sua vez, tem um papel central na percepção do consumidor e no relacionamento dele com a empresa.

Essa é uma das grandes razões pelas quais o merchandising e a experiência do cliente estão diretamente ligados!

Sendo assim, é fundamental que a sua loja tenha “personalidade”.

A personalidade da marca fará sua loja ser inesquecível e também influenciará a decisão de compra do consumidor.

As pessoas estão sempre ocupadas e elas têm uma imensa variedade de lugares onde elas podem comprar as mesmas coisas. Se a sua loja não deixar uma impressão extraordinária nos clientes, eles se esquecerão dela antes mesmo de chegarem na calçada”, comenta Bob Phibbs, especialista em vendas e autor do blog Retail Doctor.

Aprenda mais!
Branding no varejo – como trabalhar a marca da sua loja de maneira estratégica

Boas dicas, não é mesmo?

Mas nossa conversa sobre a relação entre o merchandising e a experiência do cliente não termina aqui. Para saber mais sobre o assunto, veja também:

treinamentos de venda

Agora, é com você!

Coloque essas dicas em prática, use o merchandising de maneira estratégica em sua loja, venda mais, fortaleça sua marca e engaje seus consumidores!

Boas vendas!

Imagens: BigstockExame; Freepik

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


1 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 2
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

1

comentários em "O merchandising e a experiência do cliente no varejo"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo