Nossas Sugestões

Os 6 principais erros no e-commerce

Os 6 principais erros no e-commerce

Por Redação Blog Gazin Atacado • 31/05/15

Tudo é muito novo e muda a todo instante na internet. Por isso, não é uma tarefa fácil construir um negócio online de sucesso. Por mais que você tenha muita experiência em loja física, as coisas são diferentes na web, e é normal que você tenha dúvidas sobre o que fazer ou não no ambiente digital.

Se você recém começou seu trabalho digital, ou está prestes a lançar o seu e-commerce, precisa ficar atento a alguns erros comuns de quem inicia no mundo do comércio eletrônico. Por isso, vale a pena conhecer as principais falhas cometidas por quem tem loja virtual e saber como evitar que elas aconteçam em seu negócio. Vamos lá?

11. Achar que só o fato de estar na web já é o suficiente

Muitos lojistas realmente acreditam que só o fato de ter uma loja online é o suficiente para vender da web. Você é um deles? Se sim, temos uma má notícia: isso não é verdade.

Estimativas apontam que há cerca de 4.6 bilhões de páginas na internet. Agora, pense com a gente: no meio de tudo isso, como seu cliente vai encontrar sua loja? Não adianta construir um e-commerce lindo se você não convidar seu cliente para entrar. Assim como na loja física, é fundamental desenvolver ações de marketing para atrair a atenção de seus consumidores para a loja virtual. 

Se você não sabe por onde começar, clique aqui e confira nossas três dicas de marketing para vender mais na web.

2

2. Ter uma loja sem identidade

Você já sabe que a forma como seu ponto de venda está organizado tem influência na percepção do cliente sobre sua loja, certo? Isso também acontece no ambiente online. O seu e-commerce precisa ter a cara de sua marca, precisa ter sua identidade. Caso contrário, pode ser que o público não consiga identificar que aquela loja online é a sua loja, ou pode ser que ele não veja credibilidade naquele ambiente genérico e sem identidade – e tudo isso vai fazê-lo ir embora.

Para deixar esse erro para fora da sua loja virtual, crie um comércio online que tenha personalidade, que mostre quem está por trás daquela página. Isso dará maior segurança para seus consumidores comprarem ali. Para isso, crie um texto para disponibilizar em uma página institucional, use no site as mesmas cores da sua marca da loja física, coloque seu logo no topo do site e assim por diante. São pequenos cuidados que fazem toda a diferença.

3. Deixar de lado as ferramentas sociais e interativas

As mídias sociais são hoje grandes aliadas dos consumidores da hora da compra. Um recente estudo mostrou que 77% dos brasileiros são influenciados pelas informações disponíveis nos perfis dos varejistas na hora de comprar algo. Ainda de acordo com a pesquisa, os consumidores estão usando as redes sociais para:

  • 3Descobrir novas marcas (43%).
  • Pesquisar feedbacks de outros consumidores sobre uma marca (43%).
  • Seguir marcas favoritas (39%).

Diante disso, fica fácil entender por que é um grande erro negligenciar esses canais. Sua loja online precisa estar integrada com as ferramentas sociais – tais como comentários feitos direto pelo Facebook e a possibilidade de compartilhamento nas diversas redes.

Além de ajudar o cliente a se relacionar com sua marca e facilitar a divulgação dos produtos feita pelos próprios consumidores, essas ferramentas garantem que novos clientes encontrem sua loja por meio da interação que seus amigos têm com a marca por lá.

E, claro, sua loja também precisa ser atuante nas mídias sociais. Clique aqui e entenda como essas redes podem ajudar a aumentar suas vendas.

4. Não ter uma página adequada falando sobre a empresa

4O cliente entra em sua loja online, mas ainda não conhece sua marca. Ele busca por informações da empresa, mas não encontra. Tenta achar uma forma de entrar em contato, saber se existe uma loja física que possa visitar… E nada. Esse é um erro que pode afugentar seus clientes e fazer você perder a oportunidade de se aproximar de seu público. Ao desenvolver um e-commerce, não esqueça de incluir:

  • Uma página falando sobre a empresa – sua história, o que vende, quais são seus objetivos, seus valores, etc.
  • Uma página de contato – inclua o contato do SAC, um e-mail e também o endereço e telefone da loja física. Além, claro, dos perfis das redes sociais.

Outra coisa interessante é incluir alguns depoimentos de seus clientes mais fiéis falando sobre sua loja. Isso ajuda o  novo consumidor a conhecer melhor sua loja e garante uma maior credibilidade – o que ajuda a vender!

5. Limitar as formas de pagamento

5Seu cliente entrou em sua loja online, passeou pelas várias páginas, gostou de vários produtos e os colocou no carrinho. Fez todo o procedimento para fechar a compra, preencheu os cadastros necessários e, na hora de pagar, seu e-commerce não aceita o cartão dele – ou não disponibiliza boleto para pagamento. Uma experiência frustrante, concorda? Depois dessa decepção e perda de tempo, a possibilidade de ele voltar a comprar em sua loja é mínima.

Então, não cometa esse erro! Disponibilize o máximo de formas de pagamento possíveis na sua loja virtual. Existem hoje no mercado diversas ferramentas que possibilitam isso de forma segura. Pesquise, informe-se e garanta a satisfação de seu cliente oferecendo a ele a forma de pagamento mais adequada ao seu perfil.

6. Descuidar na hora de escolher a plataforma online para sua loja

6E por falar em plataformas de e-commerce, existem diversas hoje no mercado para você montar sua loja online. Mas se você estivesse abrindo uma nova filial física, não iria escolher um prédio caindo aos pedaços, certo? No desenvolvimento de seu e-commerce, a escolha da estrutura correta também é essencial. Leve em conta suas necessidades e também suas possibilidades. O que você busca com essa loja online? Qual seu orçamento para isso? Em quanto tempo poderá operar na web?

Quanto a isso, a Gazin Atacado também pode lhe ajudar! Você já ouviu falar no projeto “Parceiro Gazin”? Ao aderir esse programa, nós disponibilizamos a você uma estrutura completa para que sua loja virtual comece a operar em 48 horas! A loja pode ser totalmente personalizada para deixar com a cara de sua marca e, o melhor de tudo, você não precisa de estoque extra para atender seus clientes! Pode vender usando o estoque da Gazin Atacado! Ficou interessado? CLIQUE AQUI para entender como funciona, entre nesse projeto e seja um Parceiro Gazin online. Você só tem a ganhar!

Imagens: freepik 

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


3 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 6
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

3

comentários em "Os 6 principais erros no e-commerce"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo