Nossas Sugestões

Tendências do mercado de viagens corporativas

Tendências do mercado de viagens corporativas

Por Redação Blog Gazin Atacado • 21/05/18

Conheça as principais tendências do mercado de viagens corporativas e saiba como acompanhar essas mudanças. Dessa forma, ficará mais fácil alinhar seu trabalho às expectativas deste público.

Tendências do mercado de viagens corporativas       

Saiba mais! Como aproveitar o crescimento do turismo corporativo Brasil

mercado de viagens corporativas

O crescimento deste tipo de turismo vem acompanhado de mudanças significativas no setor. Essas mudanças são marcadas pela inclusão de novas tecnologias nos processos de pesquisa e reserva e também pela transformação no perfil dos viajantes.

Quer saber mais? Siga a leitura deste artigo! A seguir, explicamos melhor as tendências que estão mudando o mercado de viagens corporativas e revelamos o que você precisa fazer para acompanhar essas movimentações!

Vamos lá?

1 – Viajantes corporativos mais independentes

mercado de viagens corporativas

Boa parte dos profissionais não conta apenas com as indicações da empresa para programar suas viagens de negócios. Foi o que apontou um relatório da Expedia – empresa de tecnologia do setor de viagens. Segundo o estudo:

  • 52% dos viajantes a trabalho fazem as reservas para as viagens corporativas sozinhos.
  • 20% utilizam somente ferramentas aprovadas pela empresa (que estão dentro da política de viagens da organização).
  • 68% dos viajantes a trabalho fazem reservas fora dos canais e ferramentas aprovados pela empresa.

Estes são os motivos para essa “rebeldia”:

  • Encontrar melhores taxas (47%).
  • Encontrar melhores preços em OTAs (38%).
  • Busca por um estabelecimento específico (36%).
  • Facilidades recebidas em programas de fidelidade (26%).
  • A lista de hotéis oferecida pela empresa é muito restrita (26%).
  • A ferramenta da empresa é muito devagar (13%).

Ou seja, cada vez mais os hotéis precisam criar ações para se comunicar não só com os gestores de viagens dentro das organizações, mas também com os próprios profissionais que viajam a trabalho! Afinal, eles são peça fundamental na decisão de reserva.

Aprenda mais!

2 – O crescimento das reservas online e mobile

mercado de viagens corporativas

Ainda de acordo com o estudo da Expedia, no que se refere aos meios utilizados para efetuar reservas, os canais digitais se destacam entre os viajantes corporativos. Quando questionados sobre quais plataformas eles utilizam nesse sentido:

  • 63% disseram utilizar ferramentas online para efetuar reservas. Eles utilizam essas ferramentas tanto no desktop quanto no mobile.
  • 20% afirmaram que enviam um e-mail ao agente de viagens.
  • 9% ligam para seus agentes.

Outro levantamento indica que 66% dos viajantes corporativos fazem reservas em multicanais. Além disso, 55% preferem reservar voos e hotéis utilizando apenas dispositivos móveis.

Essa tendência está alinhada ao fato de que esse público parece ser cada vez mais independente na hora de realizar reservas para suas viagens a trabalho – como indicamos no item acima. Assim, eles podem utilizar seus smartphones para pesquisar e reservar onde, quando e como quiserem.

Então, seu hotel ou pousada está preparado para atender as demandas dos viajantes corporativos da atualidade, que querem fazer reservas online e mobile de forma rápida e prática?

Aprenda mais!

3 – Bleisure

mercado de viagens corporativas

Bleisure (a mistura de viagem corporativa com atividades de lazer) é uma tendência global e também uma preferência nacional entre os viajantes a trabalho.

  • Nos EUA, o bleisure cresceu cerca de 40% os últimos dois anos. Além disso, 60% dos viajantes corporativos praticam bleisure. Fonte: Expedia
  • No Brasil, essa é uma tendência é ainda mais forte. Por aqui, 97% dos viajantes a trabalho visitam ao menos uma ação turística durante viagens a negócios. Fonte: Amadeus

Para acompanhar essa tendência, seu estabelecimento precisa pensar em maneiras de ajudar os viajantes a trabalho a aproveitaram as atrações de turismo e lazer da cidade. Nesse sentido, vale fazer parcerias com negócio locais e oferecer condições especiais para o profissional conhecer um ponto turístico ou um restaurante tradicional na região, por exemplo.

Aprenda mais!

4 – Inteligência artificial

mercado de viagens corporativas

A inteligência artificial é uma das tendências mais fortes da atualidade. Os avanços nessa área têm impactado profundamente modelos de negócios em diferentes segmentos. Não é diferente no mercado de viagens corporativas!

O uso de sistemas inteligentes (como chatbots, softwares de chat automáticos que “conversam” com os usuários) estão entre as ferramentas mais utilizadas entre empresas de viagem e turismo no relacionamento com seus públicos.

Alguns exemplos nesse sentido:

  • Sam é um aplicativo que ajuda a fazer o itinerário da viagem. Ele indica sugestões de transporte, informa a previsão do tempo no destino e também oferece guias com informações sobre a cidade em que o viajante estará.

  • Lola é outro assistente virtual. Ela ajuda o usuário a programar e organizar suas viagens corporativas, indicando opções de voos e hotéis alinhados às preferências e ao perfil do viajante.

mercado de viagens corporativas

Enquanto no Brasil ainda não temos um exemplo de tecnologia que usa a inteligência artificial para facilitar especificamente os processos de viagens corporativas, os chatbots já estão sendo utilizados por diversos hotéis para interagir com os hóspedes.

Seu estabelecimento está por dentro dessa tendência?

Aprenda mais!

5 – Viajantes corporativos millennials

mercado de viagens corporativas

Os millennials – ou geração Y (nascidos entre 1980 e 2000) – formam a nova geração de viajantes corporativos e estão trazendo mudanças profundas no comportamento de consumo neste setor.

Uma pesquisa realizada pela consultoria CWT revela que os viajantes corporativos da geração Y são mais sociáveis. De acordo com o estudo:

  • 58% dos millennials viajam acompanhados.
  • Destes, 43% viajam com colegas de trabalho e 15% viajam com amigos mais próximos e familiares.
  • Por outro lado, 71% dos viajantes da geração baby boomer (nascidos entre 1946 e 1964) viajam sozinhos.

Além disso, outro levantamento (feito nos EUA) indica que os millennials são o grupo mais satisfeito em relação a viagens de trabalho:

  • 81% dos millennials entrevistados associam viagem a trabalho com felicidade e satisfação profissional.
  • Esse grupo é também o que mais viaja a negócio – cerca de 8 vezes por ano.
  • 66% apontaram que gostariam de realizar mais viagens de trabalho.
  • Além disso, entre os profissionais da geração Y, bleisure é uma atividade cada vez mais em alta.
  • Para 73% dos millennials entrevistados, é muito importante ter tempo para atividades de lazer durante as viagens a negócios.

Outra informação importante sobre esse grupo: eles são os viajantes mais adeptos a negócios da economia colaborativa – tais como Uber e Airbnb.

A mobilidade, a facilidade e a experiência que esses serviços oferecem se encaixam perfeitamente no perfil dos millennials. Afinal, eles são entusiastas tecnológicos e buscam viver experiências diferenciadas em suas viagens.

Entender as preferências e o comportamento dessa nova geração de viajantes a trabalho é importante para oferecer as informações e os serviços que eles buscam.

Aprenda mais!

Estas são algumas das principais tendências do mercado de viagens corporativas.

Esperamos que essas informações o ajudem a alinhar os serviços do seu estabelecimento ao mercado e às expectativas dos viajantes.

Agora, é com você!

Reúna-se com sua equipe e discutam o que vocês podem fazer para se preparar para as mudanças que já estão acontecendo.

Sucesso e bons negócios!

Imagens: Bigstock

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


4 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 4
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

4

comentários em "Tendências do mercado de viagens corporativas"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo