Nossas Sugestões

Como vender durante a recessão do Coronavírus?

Como vender durante a recessão do Coronavírus?

Por Redação Blog Gazin Atacado • 13/04/20

Como vender durante a recessão do Coronavírus? Essa é uma das primeiras perguntas que vem na mente de um empresário nesse momento.
O cenário do Brasil vem mudando rapidamente desde a chegada do Coronavírus no país. A economia já sente o impacto e nós empresários brasileiros, corremos contra o tempo para garantirmos a sobrevivência dos nossos negócios. 

Com o isolamento social e o fechamento do comércio em centenas de cidades, passamos a enfrentar um desafio diário: como trabalhar as vendas durante a pandemia e conseguir manter uma empresa? Como vender através dos meios digitais? E manter a equipe de vendas motivada trabalhando em casa? 

Pensando nessas e em outras questões, preparamos esse material com informações e dicas valiosas que vão te ajudar a enfrentar esse momento e reinventar o seu negócio.

Essa é uma frase clichê mas que reflete muito um pensamento de alguém que vê além dos desafios no caminho. 

Como disse o gerente de Relacionamento com o Cliente do Sebrae, Enio Pinto, para o Pequena Empresas, Grandes Negócios, a crise pode ser uma oportunidade para o empreendedor criar soluções inovadoras, que contribuam com o desenvolvimento e a profissionalização do negócio.

Ele complementa essa ideia dizendo que os pequenos negócios têm mais capacidade para isso. 

“Hoje, nós vemos que são as empresas mais ágeis que superam as mais lentas. E, nesse sentido, o pequeno negócio tem mais agilidade e pode se adequar mais rapidamente e dar respostas mais rápidas, no contexto de crise”, comenta Enio Pinto.”

DICAS PARA VOCÊ CRIAR NOVAS OPORTUNIDADES!

Um dos grandes desafios para os lojistas com o isolamento e as determinações do comércio fechado na maior parte das cidades, é lidar com a queda brutal das vendas e no seu fluxo de caixa.
Se o seu negócio até aqui vem sendo feito apenas por atendimento presencial, talvez essa seja a oportunidade de você ampliar seu negócio para o atendimento online. Inclusive, é nossa primeira dica.

Presença Digital – Use a tecnologia a seu favor!  

Que tal aproveitar que a maioria dos clientes estão em casa para utilizar as redes sociais como ferramenta, para se comunicar e alcançar o seu cliente?Crie páginas em plataformas como Instagram e Facebook. Além de ser uma solução rápida e de baixo custo, elas são ótimas para sua marca se relacionar com várias pessoas ao mesmo tempo.

Outra opção é uso do WhatsApp para vendas e atendimento online e remoto. Falarei mais abaixo sobre o uso do WhatsApp Business para vendas.

Serviços Delivery ou entrega – Se for grátis, melhor!

Se até aqui você não trabalhava com entregas, o momento é esse!
Com as vendas online, a entrega faz-se mais do que necessária. Se você já tem esse serviço, mas cobra, talvez seja o momento de não cobrar a taxa de entrega ou cobrar um valor simbólico, desde que ele não aumente seus gastos. Isso pode te colocar à frente do seu concorrente. Comece entregando nos bairros próximos ou determine os locais de entrega. 

Agora se for necessário terceirizar o serviço, encontre uma forma dele se tornar um benefício e não uma barreira para sua venda. Negocie ou faça parcerias com serviços de entrega.

Cumpra os prazos

Parece bobagem, não é?! Esse detalhe faz toda a diferença. Nesse momento agilidade vai fazer toda a diferença. Por isso tente fazer a entrega o quanto antes, determine um prazo para o seu cliente. E claro, cumpra com o combinado.

Atrasos na entrega deixam geralmente quem está esperando bem decepcionado. E você não quer perder nenhum cliente nesse momento.
Se possível, surpreenda-o! Entregue antes do prazo, mas nunca depois. 

Uma das primeiras coisas a ser feita pela maioria das empresas é encontrar uma forma de continuar o trabalho de casa. Pela proteção de seus funcionários, dos clientes e também por decreto dos municípios. 

Se for possível para o seu negócio, invista num trabalho home office!

O que isso quer dizer?

Que os atendimentos serão feitos através do telefone, ou de WhatsApp, redes sociais ou e-mail. E seu atendente vai trabalhar de casa.
Converse com sua equipe, veja se cada um dos seus funcionários tem estrutura para trabalhar de casa, se for possível instale os computadores da loja na casa de cada um, ou combine com os que usarão energia, telefone, para a empresa reembolsar depois. Veja uma forma que fique boa para você e para ele.

  • Evite usar muitas ferramentas: Escolha um aplicativo para manter a comunicação com sua equipe, onde seja possível trocar mensagens, informações e fazer videoconferência. Assim será gasto menos tempos com os processos do trabalho e dispensando treinamentos para ferramentas.
  • Aplicativos para atendimento e vendas: Caso sua empresa não possua nenhum tipo de sistema para ser utilizado em casa. Recomendamos alguns dos mais utilizados por empresas. São eles: WhatsApp, WhatsApp Bussiness, Skype, Telegram, Instagram e Facebook.
    Essas ferramentas podem ser instalados tanto em aparelhos android como em notebook ou computador. As redes sociais permitem além do relacionamento com o cliente, que você monte lojas virtuais, direcione venda de produtos para o seus sites e faça vendas online.
    Já o WhatsApp facilita a negociação e troca de informações de forma instantânea.  Todas são gratuitas. 
  • Aplicativos para reuniões: Skype, Whatsapp e Hangouts. Essas ferramentas são gratuitas e fáceis de utilizar. Elas permitem que você faça reuniões por vídeo chamada com várias pessoas, fale pelo chat, troque arquivos de imagens e vídeos.
  • Aplicativos para compartilhar planilhas e documentos: DropBox e Google Drive. Ambas são ferramentas seguras onde é possível compartilhar documentos, arquivos de imagem ou vídeo. Sem correr o risco de perder arquivos ou sofrer ataques de vírus.

O WhatsApp Business é uma ferramenta criada para auxiliar o processo de comunicação dos negócios. Através dele você pode fazer suas vendas e facilitar o trabalho feito de casa, garantindo que você continue ganhando dinheiro.

Tenha um número exclusivo para seu negócio

Pode ser que seus vendedores já utilizem seu número particular para vender, o que não é ideal. O bom seria que a empresa entregasse um número para cada vendedor. Ainda assim, invista em um número exclusivo para sua empresa.

Divulgue o número do WhatsApp Business para seus clientes

Você pode colocar o contato do seu WhatsApp nos cartões de visita, panfletos, nas redes sociais, assinatura de e-mail. Existem muitas formas de divulgar, até mesmo uma placa na porta da sua loja. O importante é divulgar para todos que você possui essa ferramenta de atendimento e vendas.

Utilize a função Lista de Transmissão do WhatsApp Business

As listas de transmissão são como grupos de WhatsApp, com a diferença de que os clientes recebem as mensagens de forma individual. O conteúdo é enviado para todos os contatos selecionados de uma única vez. É possível criar listas de transmissão com até 256 contatos. Veja como é fácil criar a sua:

  • Vá até a tela de conversas do WhatsApp, clique em “nova transmissão” e escolha a opção “nova lista”.
  • Selecione os contatos que deseja adicionar à sua lista e toque no ícone “criar”.
  • Altere o nome da lista e adicione outras pessoas.

Importante: os contatos precisam estar na agenda do celular, e o seu número deve estar registrado no celular do cliente. Por isso, comunique seus contatos antes de enviar sua lista de transmissão.

Se você não utiliza ainda algumas dessas dicas, você já tem por onde começar a reinventar o seu negócio.

Não desanime com os desafios, supere cada um! Tente olhar as situações de diversas formas, sempre haverá uma oportunidade em meio a uma crise.

Pode ser que você encontre até mais de uma. Crie! E claro, acompanhe nossas dicas!

Nós da Gazin, estaremos sempre aqui para te apoiar e incentivar! 

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


0 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 0
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

0

comentários em "Como vender durante a recessão do Coronavírus?"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo