Nossas Sugestões

O que é o Big Data e como ele pode alavancar suas vendas

O que é o Big Data e como ele pode alavancar suas vendas

Por Redação Blog Gazin Atacado • 9/02/15

É bem provável que você já tenha visto por aí o termo “Big Data”. Se ainda não, prepare-se para começar a ouvir, porque essa é uma tendência cada vez mais forte no varejo.

Mas, afinal, você sabe o que significa Big Data? De que forma pode influenciar as operações de sua loja e como você pode utilizá-lo no seu dia a dia?  Não? Não tem problema. Vamos explicar tudo isso neste post. 

Para começar, entenda o que é o Big Data: 

Em uma tradução literal, “Big Data” significa “Grandes dados”. O conceito diz respeito à análise do imenso volume de dados gerados na internet pelos usuários da rede. Fotos enviadas, cadastros preenchidos, e-mails, vídeos… Tudo isso gera um amontoado de informações que mostram os hábitos dos internautas.

Para você ter uma ideia da imensidão de dados gerados na web, basta observar o que acontece na rede em apenas um minuto:

  • 72 horas de vídeo são enviadas ao YouTube
  • 2,4 milhões de conteúdos são compartilhados no Facebook
  • 204 milhões de e-mails são enviados 

De acordo com especialistas, até o final de 2015, os dados da internet terão alcançado a faixa dos Zettabye. Não sabe o que é isso? Bom, é só pensar no tamanho da memória de um computador: 1 GB, que já tem espaço para bastante dados, certo? Pois bem, mil Gigabytes é igual a 1 Terabyte. Mil Terabytes é igual a 1 Petabyte. Mil Petabytes é igual a 1 Exabyte. E, por fim, mil Exabytes equivalem a 1 Zettabyte. Dá para imaginar a quantidade de informação que cabe em tudo isso?

Se você está se perguntando “Ok! E o que isso tem a ver com minhas vendas?”, pode ficar tranquilo que estamos chegando nessa parte! 

No meio desse mar de dados, estão informações valiosas sobre seus clientes. Dentro do Big Data é possível verificar os hábitos de compras, as preferências, os desejos, as reclamações e necessidades de seu público. E é justamente por isso que nos últimos anos surgiram diversas empresas e ferramentas com o objetivo de usar o Big Data para aumentar as vendas, coletando informações-chave sobre os consumidores.

Essas ferramentas trazem grandes resultados, mas também demandam grandes investimentos. A boa notícia é que, com ações simples e acessíveis, pequenas e médias lojas também podem usar o Big Data a seu favor, sem precisar gastar muito. Aí vão algumas dicas sobre como fazer isso no dia a dia:

O QUE OBSERVAR

  • Informações compartilhadas

share

Observe o que seu público está compartilhando nas redes sociais, nos blog e sites. Além de verificar quais são as informações que mais fazem sucesso em sua página do Facebook, por exemplo, analise também o perfil dos seus fãs nessa rede e veja o que eles estão compartilhando sobre os produtos que você vende ou mesmo sobre o dia a dia deles. Assim, pode ser que você encontre algo que seja útil para descobrir uma forma de ajudá-lo a resolver um problema ou atender uma necessidade.

Exemplos:

  • Grande parte dos clientes reclamando do frio? Faça promoções de aquecedores e condicionadores de ar.
  • Encontrou um grupo de clientes que está reformando a casa? Que tal dar dicas de decoração usando os produtos que você vende? 
  • Comentários

coment

Estude os comentários deixados pelos clientes tanto na sua rede, na rede deles e também nos seus concorrentes. A partir daí, você pode descobrir uma oportunidade de se diferenciar e se destacar.

Exemplos:

  • Clientes estão reclamando da entrega no seu concorrente? Reforce a entrega rápida e confiável como ponto forte de sua loja.
  • Clientes dizem ter sido mal atendidos pelos SACs de outras lojas? Invista em programas para fortalecer o serviço de atendimento ao consumidor em sua loja e destaque isso em suas ações de comunicação.
  • Conteúdos produzidos

contentObserve o que o seu público está falando sobre os produtos que você vende, sobre sua marca e também sobre seu concorrente. Faça uma busca usando palavras-chave relacionadas ao seu mercado, para analisar os conteúdos produzidos sobre esses temas.

Exemplos:

  • Faça uma pesquisa com o nome de sua marca para verificar onde ela está sendo citada e o que está sendo falado sobre ela.
  • Faça uma busca a partir dos nomes das marcas e dos produtos que sua loja vende. Assim, você pode encontrar, por exemplo, uma avaliação de um consumidor. Se ela for positiva, pode usá-la como ferramenta de convencimento a outros clientes. Se ela for negativa, deve estar preparado para lidar com as críticas que possam acontecer nesse sentido. Se necessário, converse com o fabricante.

ONDE OBSERVAR:

Veja alguns meios que são de fácil acesso para pesquisar e conseguir os dados acima:

  • Facebook
  • Twitter
  • SlideShare
  • YouTube
  • Buscadores (como o Google)
  • Blogs (de sua loja e dos concorrentes)
  • Sites especializados (no seu segmento)

Dedique um tempo na sua agenda para fazer um estudo nesses canais e entender mais a fundo seus consumidores, analisando as informações que eles produzem e compartilham. Isso pode mostrar um caminho sobre como oferecer exatamente aquilo que eles buscam.

Sucesso!

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


6 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 6
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

6

comentários em "O que é o Big Data e como ele pode alavancar suas vendas"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo