Nossas Sugestões

E quando o hóspede é você, gestor hoteleiro?

E quando o hóspede é você, gestor hoteleiro?

Por Redação Blog Gazin Atacado • 15/01/18

A melhor maneira de oferecer um atendimento impecável é se colocar no lugar do hóspede para entender suas necessidades e preferências. Mas esse não precisa ser um exercício restrito a pesquisas ou à sua imaginação. Avaliar um estabelecimento quando você está ocupando o papel de hóspede – e não de gestor hoteleiro – é uma ótima maneira de conhecer melhor as necessidades dos seus prospects e clientes.

Quer saber como fazer isso durante suas viagens de lazer ou a trabalho? Siga a leitura deste artigo!

O que observar quando o hóspede é você?

hóspede

Seja em uma viagem de negócios ou em suas férias, é sempre possível observar as boas e más práticas de outros estabelecimentos para pensar sobre os processos e serviços do seu hotel ou pousada.

A ideia não é que você saia pelo estabelecimento concorrente preenchendo um relatório completo sobre o que gostou ou não. Nada disso! Você deve aproveitar sua estadia como um “hóspede normal” faria. No entanto, precisa ter um olhar mais apurado, para observar conscientemente o que chama sua atenção – positiva e/ou negativamente. Avalie questões como:

Limpeza

  • hóspedeQuais foram suas principais preocupações em relação à limpeza durante a estadia?
  • Você notou que as plantas do corredor estavam empoeiradas?
  • As janelas do hall pareciam muito sujas?

Esses insights vão ajudá-lo a prestar mais atenção na limpeza do seu próprio estabelecimento.

Atendimento

hóspede

  • Quais foram os detalhes no atendimento que fizeram você se sentir mais confortável durante a estadia?
  • E quais foram as falhas que prejudicaram sua experiência?

Entender isso vai ajudá-lo a aprimorar o atendimento da sua equipe.

Serviços

hóspede

Avalie a qualidade e a eficiência dos serviços oferecidos por outros estabelecimentos enquanto você estiver hospedado neles.

Essa análise pode inspirá-lo a criar novos processos e melhorar os serviços do estabelecimento que você gerencia.

Estrutura

hóspede

Estar no lugar dos hóspedes pode ajudá-lo a entender quais são as questões relacionadas à estrutura que realmente fazem diferença na experiência durante a estadia. Pode ser desde uma escada em um lugar estratégico ou até algum layout no quarto ou no banheiro que não é muito prático.

O que fazer com o que você aprendeu/observou

Depois de mergulhar na realidade de um outro estabelecimento, você retorna ao hotel ou pousada que gerencia e se pergunta: “O que devo fazer com as informações que coletei durante meu período como hóspede?”. Estas são algumas sugestões:

Compartilhe com sua equipe

hóspede

Divida suas descobertas com seus colaboradores e os ajude a entender melhor as necessidades dos viajantes. Além disso, incentive-os a praticar esse exercício de observação quando eles estiverem hospedados em outros estabelecimentos.

Faça uma lista de ações a serem tomadas

hóspede

Depois de conversar com a equipe, crie uma lista de ações que o seu hotel ou pousada pode colocar em prática para melhorar a experiência dos hóspedes, baseando-se nas informações que você coletou.

Mas atenção! Não se esqueça de avaliar o seu público específico. Afinal, nem sempre o que funciona em outras empresas vai funcionar no seu estabelecimento. É fundamental analisar se a ação em questão está alinhada ao perfil dos viajantes que o seu hotel recebe.

Leia também!

Faça uma lista dos erros a serem evitados

hóspede

Na sua jornada como hóspede, você vai encontrar boas inspirações e também exemplos que indicam o que precisa ser evitado. A grande vantagem de aprender com os erros de outros negócios é que você evita que essas falhas aconteçam em sua empresa antes que elas prejudiquem a experiência de algum cliente.

Leia também!

10 erros de gestão na hotelaria e como evitá-los

Continue acompanhando os estabelecimentos que você estudou

hóspede

Se você encontrou um hotel ou pousada inspirador, continue acompanhando esse estabelecimento na web. Se ele rendeu boas ideias enquanto você estava hospedado por lá, certamente pode continuar inspirando você na forma como se comunica com os hóspedes na internet, por exemplo.

Leia também!

Agora é com você!

Esperamos que essas dicas possam ajudá-lo a utilizar seu tempo como hóspede como uma forma de aprender mais sobre a experiência que os viajantes têm durante a estadia e, assim, aprimorar os serviços e o atendimento em seu estabelecimento.

Sucesso!

Quer mais dicas sobre como aprender com seu concorrente? Leia também:

Dicas para monitorar concorrentes no setor hoteleiro

Imagens: Flaticon; Freepik; Bigstock

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


0 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 3
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

0

comentários em "E quando o hóspede é você, gestor hoteleiro?"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo