Nossas Sugestões

Robôs na hotelaria – a inteligência artificial e os meios de hospedagem

Robôs na hotelaria – a inteligência artificial e os meios de hospedagem

Por Redação Blog Gazin Atacado • 27/09/17

A inteligência artificial é uma das tendências mais fortes da atualidade. Entenda como essa tecnologia vem se desenvolvendo nos meios de hospedagem e como os robôs na hotelaria devem impactar na gestão dos estabelecimentos e na experiência dos hóspedes.

A inteligência artificial na hospitalidade

A inteligência artificial (IA) é uma tendência do futuro, mas que já está acontecendo agora.

  • robôs na hotelariaPesquisas indicam que, graças a IA, a potência econômica global deve ser 14% maior até 2030. Além disso, especialistas apontam que cerca de 5% dos empregos atuais poderão ser totalmente substituídos por automação e que 60% poderão ter até 30% das atividades automatizadas.

O segmento de meios de hospedagem também vai ser impactado por essas transformações.

  • De acordo com o estudo da McKinsey, o setor com o maior percentual de empregos automatizáveis no Brasil é a indústria (em que 70% dos postos podem ser realizados por robôs). A hotelaria vem em seguida, junto com transporte e armazenamento, com cerca de 60% das operações automatizáveis.

robôs na hotelariaE ainda, os hóspedes também esperam que os robôs na hotelaria se façam cada vez mais presentes. Em uma pesquisa realizada pelo site Travel Zoo:

  • 80% dos 6 mil viajantes entrevistados disseram que esperam que a inteligência artificial esteja cada vez mais presente nos hotéis.
  • Destes, 79% afirmaram que os robôs estariam mais capacitados para atender em diferentes línguas.
  • 81% acreditam que os robôs poderiam lidar com os dados dos clientes de maneira mais eficiente que os humanos.

Exemplos de robôs na hotelaria

robôs na hotelaria

Se você acha que a inteligência artificial vai demorar para chegar ao setor de hospedagem, é bom rever essa sua convicção. A seguir, confira alguns casos que mostram que os robôs na hotelaria já são uma realidade atual no mercado!

MAIDBOT

Você lembra dos Jetsons, desenho futurista da década de 1960? A série mostrava como as pessoas naquela época imaginavam que seria a vida no futuro. A família protagonista (os Jetsons) possuía uma empregada robô, Rosie, que automatizava as tarefas domésticas. Foi com inspiração na Rosie que a Maidbot foi criada. Além de limpar os diferentes ambientes do hotel, essa “Rosie” também coleta dados dos clientes, facilitando a vida dos hoteleiros.

CONNIE

A rede de hotéis Hilton vem utilizando o robô IBM Watson, nomeado Connie, para interagir com os hóspedes. O robô está capacitado a passar informações úteis para facilitar a experiência durante a viagem e a estadia. Connie funciona como um chatbot, sistema que responde de forma automática os clientes, mas utilizando linguagem natural (ou seja, falando como um humano).

Leia também!

Como inovar na hotelaria utilizando a tecnologia

HOSPI

O Crown Plaza Ana Hotel, em Tóquio, vem utilizando o HOSPI para ajudar nas tarefas diárias. Além de servir água aos hóspedes, o robô anuncia o horário de saída dos ônibus para o aeroporto. No futuro, o HOSPI também deve ser utilizado no lounge do Narita aeroporto, recolhendo louças deixadas pelos viajantes.

HENN NA HOTEL

O Henn Na é um hotel no Japão que levou ao extremo o conceito de robôs na hotelaria. O estabelecimento oferece atendimento praticamente todo automatizado – 90% das tarefas são realizadas por robôs. Desde o check-in até o armazenamento das malas e o controle da temperatura e luz do quarto, tudo é controlado pelo staff robótico – com direito, até, a um dinossauro-robô recepcionista.

Tendências de inteligência artificial na hotelaria

Os exemplos acima mostram como a inteligência artificial e a automação podem atuar nos meios de hospedagem. Desde maneiras simples, como o robô que entrega água, até o caso extremo do hotel Henn Na, onde os robôs dominam o quadro de funcionários.

A seguir, confira algumas das principais formas pelas quais a inteligência artificial deve impactar o segmento de hotelaria:

  • robôs na hotelariaCheck-in e Check-out. O processo de check-in e check-out pode ser perfeitamente automatizado com sistemas de inteligência artificial que conseguem passar informações, coletar dados e responder os hóspedes.
  • Informações. Os sistemas de inteligência artificial podem atender os hóspedes que precisam de informações sobre a cidade, sobre o trânsito, sobre o clima etc.
  • Limpeza. Sistemas automáticos de limpeza devem facilitar a vida dos hoteleiros no futuro, agilizando esse processo. Outra vantagem de robôs como a Maidbot é que eles coletam dados que podem ser utilizados para melhorar a experiência dos hóspedes.
  • Gestão de processos. Cada vez mais as ferramentas digitais devem automatizar a gestão dos processos e dos custos como um todo. Desde sistemas de regulam a utilização de energia até plataformas que controlam o estoque de produtos e fazem pedidos automaticamente.
  • Segurança. Sistemas de inteligência artificial também pode atuar como guardiões do estabelecimento, controlando a entrada e a saída de pessoas, além de monitorar os ambientes e bloquear a entrada de pessoas não autorizadas

Pode ser que, agora, você ache que isso é algo impossível de ser alcançado pelo seu estabelecimento. Mas com o tempo, os robôs na hotelaria devem ficar cada vez mais populares e disponível para negócios de todos os portes!

robôs na hotelariaO importante é que, desde já, seu negócio esteja a par das principais tendências, aplicando tecnologias que já são acessíveis. Assim, seu hotel estará apto para fazer a transição para essa nova era digital nos meios de hospedagem. Os artigos abaixo podem ajudá-lo nesse sentido:

Imagens: Freepik; Flaticon; Divulgação

Quer mais novidades Gazin Atacado? Curta nossa página!


2 | Deixe seu comentário
Recomende este post: 3
Compartilhe:

Fique atualizado com o mercado.
Receba os artigos do Blog do Varejo por E-mail.

Temas relacionados

Post Relacionados

2

comentários em "Robôs na hotelaria – a inteligência artificial e os meios de hospedagem"

Comentar

Em destaque no Blog do Varejo